Caldas / Economia

Empresa caldense financiada por programa europeu

A empresa caldense GSYF está entre 277 pequenas e médias empresas (PME), de 25 países, selecionadas para financiamento no âmbito da última ronda do Instrumento Europeu para as PME, financiado pelo programa Horizonte 2020 da responsabilidade do comissário europeu Carlos Moedas, que gere a área de investigação, ciência e inovação.


As empresas receberão no total um montante de 13,7 milhões de euros para partilhar entre os seus projetos, de modo a colocarem mais rapidamente as suas inovações no mercado.
Entre elas, destacam-se duas empresas portuguesas, sendo uma delas a GSYF, das Caldas da Rainha, distinguida pelo projeto de uma nova tecnologia para a produção eletroquímica eficiente de gás natural sintético, o que permite armazenar energia mais facilmente do que na rede elétrica.
Receberá, assim, 50 mil euros para poder investir no desenvolvimento do respetivo plano de negócios.
Espanha foi o país que registou o maior número de beneficiários (46), seguida da Suíça (23) e da França (22).
A Comissão Europeia recebeu 2 822 propostas até à data-limite de 13 de fevereiro ao abrigo da Fase I do Instrumento para as PME, que prevê subvenções no montante de 50 mil euros para o desenvolvimento do plano de negócios.

Author: Jornal

Ver mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close