Login  Recuperar
Password
  27 de Setembro de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Caldas / Sociedade, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Secretário de Estado do Ambiente limpa margem da Lagoa de Óbidos

A campanha "Vamos limpar a Europa", evento coordenado pela Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, pretende alertar a comunidade para os milhões de toneladas de resíduos que, todos os anos, são lançados nos oceanos, praias e noutros espaços naturais. Uma das ações foi organizada pela Câmara Municipal das Caldas da Rainha e pela Valorsul e realizou-se junto à Lagoa de Óbidos, na margem do lado das Caldas da Rainha, com a presença do secretário de Estado do Ambiente.

13-05-2014 | Francisco Gomes

Paulo Lemos participou na limpeza, aqui acompanhado pelo autarca da Foz
[+] Fotos
Paulo Lemos participou na limpeza, aqui acompanhado pelo autarca da Foz
Paulo Lemos, participou na manhã do passado sábado numa ação de limpeza da margem norte da Lagoa de Óbidos, onde se juntou a cerca de uma centena de populares para recolher várias toneladas de resíduos abandonados. Foram apanhados os objetos mais diversos. “Muitos isqueiros, sapatos e garrafas”, relatou o membro do Governo, que vive no Nadadouro.
“Há poucos anos tínhamos lixeiras por todo o lado. Atualmente temos uma política de gestão de resíduos. O governo está em vias de aprovação do PERSU, que é o plano de resíduos sólidos urbanos para 2020, em que temos metas muito ambiciosas de reciclagem e reutilização, apostando no resíduo como um recurso”, indicou.
“Os plásticos e o vidro que estamos aqui a retirar vão ser colocados devidamente numa entidade gestora, que depois os vai reciclar e vão entrar de novo na economia e evitar que importemos matérias-primas”, sublinhou Paulo Lemos, que defendeu uma maior fiscalização e punição pelo entulho depositado.
“Pelo que conseguimos apurar aqui e basta também passear pela praia em altura de marés vivas, para ver a quantidade de lixo que é ainda atirada para os rios e para o mar, e o facto de estarem aqui cerca de cem pessoas é uma prova de civismo e de cidadania”, manifestou.
“Sempre que vou à praia retiro o lixo e queria dar o exemplo, e é com muito gosto que estou a fazer isto”, justificou Paulo Lemos.
Miguel Silva, administrador da Valorsul, afirmou que “o lixo é um recurso e encontramos no meio do canavial uma série de materiais que ainda tem um potencial de reciclagem muito grande e que depois serão encaminhados para a central de tratamento”.
Os participantes nesta limpeza confessaram ter ficado espantados com o lixo encontrado. A população foi incentivada a ver o lixo como um recurso que pode ser reutilizado depois de reciclado.
Um pequeno gesto que, somado a outros, pode fazer a diferença para o meio-ambiente e para a vida de todos. Nesta ação, na qual também participaram as autarquias da Foz do Arelho e do Nadadouro, foram recolhidas várias toneladas de lixo.
Tags: Óbidos
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar