Login  Recuperar
Password
  21 de Setembro de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Sociedade, Caldas da Rainha
Gravar em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Conselho da Cidade defende unidade hoteleira termal nas Caldas

Perante todos os impasses vividos ultimamente no que respeita ao Hospital Termal e ao Termalismo em Caldas da Rainha, o Conselho da Cidade propõe que a autarquia prossiga com o diagnóstico e com as consequentes obras de correção que permitam dar como solucionados os problemas bacteriológicos das águas termais e que seja reconhecida pelo Governo, nomeadamente Ministério da Saúde, Ministério da Economia e Ministério das Finanças, “a singularidade de um Hospital Termal a nível nacional e as suas potenciais vantagens económicas”.

13-05-2014 |

O Conselho da Cidade defende que se mantenha a unidade do Hospital Termal e atual património termal, sem prejuízo de futuras autorizações de concessão do uso da água mineral natural e de parte do Património (pavilhões, por exemplo) para fins termais.
“Que, no Hospital Termal, a par de uma administração gestionária autónoma, se inove na governança clínica, conciliando novas formas de abordagem holística da doença, e que se renove para o Hospital Termal, o direito do contrato de concessão atribuído institucionalmente em 7 de fevereiro de 1995, para a exploração da água mineral natural das Caldas da Rainha”, são outras medidas defendidas pelo Conselho da Cidade.
A associação quer que se internacionalize a oferta de tratamentos termais e de cuidados de saúde, que se procurem investimentos externos - nacionais ou internacionais (instituições nacionais do setor público, social ou privado; ou grandes cadeias hoteleiras) para, a par do Hospital Termal, relançar paralelamente uma (ou mais) unidade hoteleira termal com concessão das águas termais por um período longo (várias décadas).
Tags: Caldas, da, Rainha
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar