Login  Recuperar
Password
  26 de Novembro de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Regional
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Covid-19

Três mortes numa semana na região Oeste

Entre 6 e 12 de outubro foram registadas mais três mortes associadas à Covid-19 na região Oeste, atingindo a marca de 50 óbitos. Os falecimentos mais recentes verificaram-se em Torres Vedras, Arruda dos Vinhos e Alcobaça.

13-10-2020 | Francisco Gomes

O concelho de Torres Vedras é o que teve até agora mais mortes (14), seguindo-se Alcobaça (8), Caldas da Rainha (6), Alenquer (5), Peniche (4), Lourinhã e Arruda dos Vinhos (3), Cadaval, Nazaré e Sobral de Monte Agraço (2) e Bombarral (1). Óbidos é o único concelho do Oeste sem óbitos.
O número de casos ativos passou de 373 para 462 (mais 89). Alenquer – 131 (mais 37), é o concelho que apresenta o maior número, seguindo-se Torres Vedras - 92 (mais 12), Arruda dos Vinhos - 58 (mais 13), Peniche – 53 (mais 7), Alcobaça – 43 (mais 10), Sobral de Monte Agraço – 29 (mais 8), Lourinhã – 17 (menos 2), Caldas da Rainha – 13 (menos 1), Bombarral – 12 (mais 5), Nazaré – 8 (menos 1), Cadaval – 5 (mantém) e Óbidos – 1 (mais 1).
Por freguesias, em Alenquer existem 26 ativos na União de Freguesias de Alenquer, 42 ativos na freguesia de Meca, 28 na União de Freguesias de Carregado e Cadafais, 18 em Olhalvo, 6 na Carnota, 4 na Ota, 3 na Aldeiga Galega da Merceana e Aldeia Gavinha e quatro no restante concelho.
Em Torres Vedras a distribuição de casos ativos é a seguinte: União das Freguesias de A-dos-Cunhados e Maceira: 13; Santa Maria, São Pedro e Matacães: 40; Silveira: 13; Ponte do Rol: 7; São Pedro da Cadeira: 4; Turcifal: 2; Ramalhal: 2; União das Freguesias de Campelos e Outeiro da Cabeça: 1; União das Freguesias de Carvoeira e Carmões: 2; União das Freguesias de Dois Portos e Runa: 3; União das Freguesias de Maxial e Monte Redondo: 1; Freiria: 1; Ventosa: 3
O surto de Covid-19 na Igreja Cristã Evangélica de Torres Vedras, na freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães, apresenta 12 casos ativos. 3 residem na freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães, 1 na União das Freguesias de A-dos-Cunhados e Maceira, 1 em Ponte do Rol, 1 na União de Freguesias de Carvoeira e Carmões, 4 no concelho da Lourinhã e 2 no concelho do Cartaxo.
O Lar de Nossa Senhora da Luz, em Paradas, na União das Freguesias de A-dos-Cunhados e Maceira, conta com 4 casos ativos. Todos pertencem a esta freguesia.
No concelho há 43 casos suspeitos e 274 contactos em vigilância ativa.
Em Peniche os casos ativos são registados na cidade (43) e nas freguesias de Atouguia da Baleia (8) e Ferrel (2). Há 139 pessoas em quarentena ou sob vigilância.
Em Sobral de Monte Agraço não há descrição por freguesias, mas foi revelado existirem 46 pessoas em vigilância ativa (confinamento obrigatório), 31 em vigilância sobreativa (efetuada por médicos de medicina geral e familiar), 26 em vigilância passiva, 94 em isolamento e 1 a aguardar resultado.
Na Lourinhã também não há relato de casos por freguesias, mas é avançado que existem 70 pessoas em isolamento e 2 em vigilância passiva.
Nos restantes concelhos do Oeste os casos nas freguesias não são pormenorizados.

Surto nos Estaleiros Navais de Peniche

O novo coronavírus tripulantes estrangeiros de quatro embarcações de pesca de longo curso que se encontravam em reparação ou manutenção nos Estaleiros Navais de Peniche. Um trabalhador dos Estaleiros e um armador responsável por três dos barcos estão também infetados.
Serão agora 29 tripulantes africanos e asiáticos infetados, que vieram a bordo de quatro embarcações pertencentes a um armador português e a um espanhol.
Um teste realizado antes de poderem regressar de avião aos seus países de origem detetou o vírus. A propagação terá sido facilitada pelo facto das instalações dentro dos navios serem exíguas e não haver distanciamento entre os tripulantes.
Entretanto verificou-se que um trabalhador português dos Estaleiros Navais de Peniche foi também infetado, tal como o armador nacional responsável por três barcos e com residência no Algarve.
A situação obrigou à realização de testes de despistagem aos trabalhadores dos Estaleiros.
Os pescadores infetados estão a ser acompanhados e encontram-se sob vigilância no cumprimento da quarentena, quer em residências disponibilizadas para o efeito pela Proteção Civil de Peniche quer no Centro de Alto Rendimento de Surf, onde alguns foram alojados.

Gripe assustou lar de Peniche

Uma dezena e meia de idosos de um lar pertencente à Igreja em Peniche apresentou sintomas semelhantes aos associados à Covid-19, o que deixou a instituição em alerta. Feitos os testes, verificou-se ser falso alarme, tratando-se somente de gripe.
Dos 65 utentes em alojamento permanente no Lar de Santa Maria, 15 apresentavam dificuldades respiratórias e gripe, sintomas que deixaram assustados os responsáveis por esta valência do Centro Solidariedade e Cultura de Peniche.
O plano de contingência foi acionado e os idosos, com idades entre 65 e 94 anos, alguns dos quais acamados, foram isolados numa ala enquanto aguardavam os resultados dos testes efetuados.
A preocupação deveu-se à pandemia, porque a gripe, essa, aparece todos os anos.
Os cerca de 40 funcionários do lar já haviam sido examinados com resultados negativos e este mês vão voltar a fazer o teste à Covid-19.
Por precaução as instalações foram desinfetadas pelos bombeiros.
Entretanto, na secretaria da instituição, noutro edifício, foram detetadas três funcionárias administrativas infetadas. Estão a cumprir quarentena em casa. Uma delas é casada com o trabalhador infetado dos Estaleiros Navais.

Surto na base área da Ota

16 elementos do Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea Portuguesa, na Ota, no concelho de Alenquer, estão infetados com Covid-19. Os militares encontram-se em casa, em isolamento profilático, enquanto outros 56 elementos daquele Centro de Formação cumprem quarentena, aguardando o resultado dos testes efetuados.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar