Login  Recuperar
Password
  18 de Maio de 2021
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Regional
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Rio Maior recua no desconfinamento e Caldas avança

Rio Maior é um dos quatro concelhos que vai recuar no processo de desconfinamento, regressando às regras da fase anterior (que estiveram em vigor de 15 março a 5 de abril), o que implica o encerramento de esplanadas e o regresso do comércio ao postigo, o fecho de lojas até 200 metros quadrados com porta a rua, de ginásios, museus, monumentos, palácios, galerias de arte e similares, para além da proibição de feiras e mercados não alimentares, e de modalidade desportivas de baixo risco. Ao contrário do que havia sido equacionado, os concelhos em redor não irão sofrer restrições, pelo que, por exemplo, Caldas da Rainha prosseguirá para a fase seguinte.

15-04-2021 | Francisco Gomes

Em Rio Maior será permitido o comércio automóvel e mediação imobiliária, e o funcionamento de salões de cabeleireiros, manicures e similares, após marcação prévia, de estabelecimentos de comércio de livros e suportes musicais, de parques, jardins, espaços verdes e espaços de lazer, de bibliotecas e arquivos.
É permitido ao ensino secundário e ao ensino superior regressar ao modo presencial.
A circulação entre concelhos só é autorizada com justificação enquadrada nas exceções previstas.
Nesta situação, cujas medidas serão aplicáveis a partir de 19 de abril, estão os concelhos que, pela segunda avaliação quinzenal consecutiva, se encontram com uma taxa de incidência superior a 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Para além de Rio Maior, é o caso de Moura, Odemira e Portimão.
Há seis concelhos onde se mantém o atual desconfinamento, sendo um deles no distrito de Leiria – Marinha Grande. Os outros municípios são Alandroal, Albufeira, Carregal do Sal, Figueira da Foz e Penela.
Nesta categoria estão os concelhos que, pela segunda avaliação quinzenal consecutiva, se encontram com uma taxa de incidência superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.
Permite-se o funcionamento de lojas até 200 metros quadrados com porta para a rua, feiras e mercados não alimentares (por decisão municipal), funcionamento de esplanadas (com a limitação máxima de quatro pessoas por mesa) até às 22h30 nos dias de semana e até às 13h aos fins de semana, prática de modalidades desportivas consideradas de baixo risco, atividade física ao ar livre até quatro pessoas e ginásios sem aulas de grupo, funcionamento de ginásios sem aulas de grupo, e funcionamento de equipamentos sociais na área da deficiência. O ensino secundário e ensino superior regressam ao modo presencial.
Todos os restantes concelhos vão prosseguir com a terceira fase do plano de desconfinamento. Além das medidas em vigor desde 5 de abril, permite-se a abertura de todas as lojas e centros comerciais, restaurantes, cafés e pastelarias (com o máximo de quatro pessoas por mesa no interior ou seis por mesa em esplanadas), até às 22h30 nos dias de semana ou 13h nos fins-de-semana e feriados.
Podem abrir cinemas, teatros, auditórios, salas de espetáculos e lojas de cidadão com atendimento presencial por marcação.
Autoriza-se a prática de modalidades desportivas de médio risco, atividade física ao ar livre até seis pessoas, realização de eventos exteriores com diminuição de lotação (cinco pessoas por 100 metros quadrados), e casamentos e batizados com 25% de lotação do espaço.

“Corrigir comportamentos menos corretos”

Luís Santana, presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, numa comunicação à população, disse que a tendência dos casos de Covid-19 no concelho “é decrescente e pese embora ainda não cumpramos todos os requisitos necessários, estou certo que em breve iremos conseguir fazê-lo”.
O autarca agradeceu “à comunidade que está a fazer um enorme esforço para cumprir com as regras em vigor”.
“É notório, na cidade e no concelho, um maior policiamento e presença das autoridades, e só com uma presença dissuasora das autoridades é possível corrigir os comportamentos menos corretos que alguns vão insistindo em ter”, manifestou.
O presidente da Câmara revelou ainda que tem sido realizada uma grande quantidade de testes à comunidade em geral e nas empresas. Por outro lado, a vacinação decorre em “ritmo normal”.
Nesta quinta-feira, o concelho apresentava 33 casos ativos e 142 pessoas em vigilância ativa. Já foram registados 51 óbitos, 2400 casos confirmados e 2316 recuperados.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar