Login  Recuperar
Password
  21 de Novembro de 2017
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Caldas / Economia, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Produtores de maçã, pera, e muito mais na “Frutos 2017”

Mais uma vez, na “Frutos – Feira Nacional de Hortofruticultura das Caldas da Rainha” é possível encontrar expositores e produtores de maçã, pera, melão, pêssego, ginja, morango e muito mais, tendo este ano a participação de produtos biológicos, doçaria diversificada e até vinhos, num evento que torna este mês de agosto tão especial.

23-08-2017 | Mariana Martinho

A Colheitas d’Óbidos, sedeada em A-da-Gorda
[+] Fotos
A Colheitas d’Óbidos, sedeada em A-da-Gorda
O JORNAL DAS CALDAS falou com as empresas de produção e comercialização dos frutos, e não só.
A Colheitas d’Óbidos, sedeada em A-da-Gorda, é produtora das tradicionais frutas, bem como dos tomates cherry de 42 qualidades diferentes, sendo esses os “ex-libris” da empresa. Mas, é pelas mãos de José Silva, responsável pela empresa, que os produtos como a maçã gala, tomate mistura, pimentos, beringela, cebola roxa bem como as famosas “batatas azuis”, que chegam pela primeira à Frutos. “Costumamos participar em feiras, com objetivo de divulgar os nossos produtos e a empresa, bem como a produção e a comercialização do mesmo”, explicou.
Segundo José Silva, “a produção este ano começou mais cedo e mais saborosa”. O responsável também salientou que nestes primeiros dias da feira, “o produto tem tido uma boa aderência, pois os visitantes param para ver e comprar alguns dos nossos produtos que saltam à vista pela diferença”.
No recinto também está presente Hugo Rocha, produtor de pera rocha. Com stand na tenda institucional, o agricultor está a participar pela primeira vez no certame, pois considera estas iniciativas “muito importantes para valorizar os nossos produtos do Oeste”. “Nós produzimos essencialmente peras rocha, sendo que este ano a produção está melhor, em relação ao ano anterior, pois este ano as condições climatéricas permitiram um aumento de 20% da produção ”, referiu. Contudo, explicou que “ está a decorrer a campanha da apanha da pera, e não foi possível trazer para mostra alguns dos nossos produtos que já foram colhidos”.
Além da fruta e dos legumes, há também alguns dos seus derivados, como doces, chás e produtos biológicos. Há mesmo quem tenha criado produtos novos e está na feira para os apresentar, como é o caso Sara Silva, representante da responsável pela ideia ”Fofos da Rainha”.
Com empresa há um ano e meio, a “Doce” nasceu em Caldas da Rainha, tendo começado pelo “Fofo de chocolate” confecionado com farinha de alfarroba, “o que lhe dá um toque aveludado e muito fofo com um generoso creme delicioso”, é o ingrediente que o torna “exclusivo e único no mundo”, podendo ser servido simples ou com coberturas.
A responsável começou por vender os fofos na Praça da Fruta aos sábados e algumas feiras da região, e “logo percebeu que o produto entusiasmou aqueles que provavam”.?Segundo a responsável, “as pessoas fazem filas principalmente à noite para provar e personalizar o seu fofo”. Mas o que sai mais, é o fofo com frutas e uma guloseima, “ sendo a combinação perfeita, os visitantes dizem que é um bolo que se desfaz na boca”.
No stand dos fofos, os visitantes também podem encontrar o tradicional pão de ló, com ló simples, amêndoa ou avelã.
Marca presença também os vinhos da Quinta do Gradil, sedeada no Cadaval, no stand de um dos seus distribuidores a empresa A.Marques.
Segundo Bento Rogado, responsável pela viticultura do Grupo Parras da Quinta do Gradil, a “produção este ano, em termos de quantidade está muito semelhante ao ano passado. No entanto, ao nível da qualidade, aparenta ser um ano melhor com vinhos mais saborosos”, com exportação para trinta e seis países, sendo que o maior volume é para o norte da Europa.
A participar pela segunda vez no certame, o responsável sublinha a importância deste tipo de eventos, junto “dos nossos congéneres e parceiros da região”. Destacou também que “o intuito não é propriamente vender vinho, mas sim mostrar a quem passa, o que produzimos e dar a provar a um público que não é fácil de abordar noutro sítio”.
Com várias provas de vinho a decorrer ao longo do certame, o responsável recorda as antigas feiras dos anos 70 no parque, que não sua opinião são “muito semelhantes às atuais”.
Outra vertente presente na feira são os chás e infusões da Merceria Zen, que está a participar pela segunda vez no evento. Com chás do mundo e muitas especiarias, a responsável mostrou-se mais uma vez muito satisfeita com as vendas na feira, sendo que os chás afrodisíacos, flores de chá e raiz de gengibre são os produtos mais vendidos.
“As pessoas passam e param para perguntar quais são as finalidades dos diversos chás, ficando surpreendidas com os efeitos que têm a nível medicinal”, explicou a responsável.
Contudo, há mesmo quem aposte nos produtos biológicos como é o caso de Susana Rodrigues, natural do Paínho, que brevemente irá abrir o espaço “Bio´s - mercado biológico”, em Caldas da Rainha.
A responsável comercializa produtos biológicos, essencialmente “nacionais” como frutas, legumes, arroz, azeite, doces, lacticínios, charcutaria, cogumelos shiitake e muito mais. Ainda tem ajudado, os visitantes a identificar o modo de produção dos ovos de galinhas criadas em modo de produção biológico e ao ar livre.
Para a responsável, a “feira tem corrido muito bem em que as pessoas aparecem com uma ótica de compra”,


Mariana Martinho
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar