Login  Recuperar
Password
  6 de Julho de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Óbidos
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Procissões das velas no concelho de Óbidos

O mês de maio é para os católicos de todo o mundo, e em particular de Portugal, um tempo dedicado à devoção a Nossa Senhora de Fátima, por isso a Unidade Interparoquial de Amoreira, Olho Marinho, Sobral da Lagoa e Vau, no concelho de Óbidos, decidiu realizar procissões de velas.

16-05-2020 | Francisco Gomes

Imagem de Nossa Senhora
Imagem de Nossa Senhora
“As circunstâncias atuais não permitem viver estes momentos de oração da forma habitual, nomeadamente com a oração diária do terço nas comunidades paroquiais, as peregrinações, visitas e celebrações no Santuário de Fátima. Não queremos, contudo, que uma vivência tão importante, que diz respeito à tradição e à identidade do nosso país, passe despercebida”, manifesta o padre Marco Leotta.
Sendo tradição das paróquias realizar a “procissão das velas” no mês de maio, em honra de Nossa Senhora, e sendo impossível a sua concretização como de costume, a imagem de Nossa Senhora de Fátima irá percorrer as ruas de Amoreira, Olho Marinho, Sobral da Lagoa e Vau.
“No respeito das normas preventivas de distanciamento social, somos convidados a permanecer nas nossas habitações, evitando aglomerações de pessoas, ornamentando as nossas casas com flores e velas”, refere o padre, descrevendo que “esta procissão tem a missão de manifestar que durante este mês Nossa Senhora passa de forma concreta nas nossas vidas para reorientar o nosso coração ao de Cristo, seu filho e à sua igreja. Para recordar-nos que permanecemos todos no seu coração de mãe e dirigir o olhar da nossa vida para Deus”.
As procissões têm lugar a partir das 20h30 na Amoreira (16 de maio), Vau (17 de maio), Olho Marinho (23 de maio) e Sobral da Lagoa (24 de maio).
“Fique em casa, vá à janela, à varanda, acenda uma vela e espere. Coloque uma colcha, um altar e uma dezena, se for essa a sua vontade”, sugere o pároco, vincando que “protegendo-se a si estará a proteger-nos a todos”.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar