Login  Recuperar
Password
  16 de Dezembro de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Desporto, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Pinto da Costa emocionado com receção calorosa nas Caldas

O presidente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa, veio às Caldas da Rainha na passada sexta-feira participar no 15º aniversário da delegação nº77 do clube – os Dragões do Oeste – e ficou emocionado com a receção calorosa de que foi alvo, quer da parte dos adeptos como também da autarquia e da cantora Rebeca, que atuou durante o jantar. “Ao fim de 36 anos [é presidente desde 1982] ainda consigo emocionar-me e sentir-me muito grato perante manifestações que vivi desde que entrei nas Caldas”, afirmou.

07-12-2018 | Francisco Gomes

Troca de lembranças entre os presidentes do F.C. Porto e da Câmara Municipal (foto Rui Miguel)
[+] Fotos
Troca de lembranças entre os presidentes do F.C. Porto e da Câmara Municipal (foto Rui Miguel)

Pinto da Costa foi primeiro recebido nos Paços do Concelho pelo presidente da Câmara, Tinta Ferreira, e pelo presidente dos Dragões do Oeste, João Sousa. Houve troca de lembranças e curtos discursos. O autarca manifestou a “honra de receber o presidente de uma grande instituição que é o F.C. Porto”. “Parabéns pelo seu percurso e pelo trabalho do seu clube”, acrescentou, fazendo notar que com o dirigente nortenho o clube “deu um salto muito significativo nos títulos e na influência nos adeptos”, levando a que as gerações mais novas se dividam agora entre adeptos do Benfica, Sporting e F.C. Porto.
“Nas Caldas temos núcleos dos três grandes e o núcleo dos Dragões do Oeste é muito dinâmico”, apontou Tinta Ferreira, que deixou ainda uma confissão: “Sendo sportinguista tenho de reconhecer que o F.C. Porto está em grande forma”.
O presidente do F.C. Porto disse ter ficado “muito feliz” porque encontrou um presidente de Câmara que não é “dragão” mas que reconhece a importância do clube.
Aproveitou para enaltecer o poder local, que “tem sido quem reconhece o mérito do que fazem os clubes”, ao contrário do Governo que “ignora quase todos os clubes menos um [referência indireta ao Benfica]”.
“No ano passado o F.C. Porto pagou de impostos, diretos e indiretos, 42 milhões de euros. E se o Governo não tem respeito pelo que o F.C. Porto faz e o ignora, que nem um simples envio de parabéns fez, através de qualquer membro, nos seus 125 anos, podia ao menos o sr. Ministro das Finanças ter enviado a felicitação a um bom cliente. É por essa diferença de tratamento que eu nunca deixo de estar num município quando tenho essa oportunidade também para demonstrar o apreço e o valor que dou ao que é servir os cidadãos e servir a sua terra. Como tenho um grande amor à cidade do Porto, também aprecio muito aqueles que amam a sua terra. E quem não amar a sua terra, de certeza que nunca será presidente da câmara", disse.
Aos portistas, disse que “estamos num bom momento, mas temos de ter sempre um caminho a seguir, que é fomentar a união”.
O segundo momento foi passado na sede do Núcleo dos Dragões, na Rua do Funchal, onde foi descerrada uma placa simbólica da presença de Pinto Costa, a quarta vez que vem ao núcleo.
O presidente da Assembleia Geral do Núcleo descreveu que tem sido procurado honrar o nome do F.C. Porto, fazendo excursões ao Dragão e encontros para o visionamento dos jogos emitidos na televisão, para além de conferências culturais e seminários de futebol, procurando cimentar a presença azul e branca na região.
Pinto da Costa revelou que “sempre que tenho oportunidade não deixo de estar nas delegações”, mesmo tendo a agenda cheia. Comentou também que visita o país independentemente do clube estar em primeiro lugar.
Num momento em que a equipa de futebol está em alta, com a passagem aos oitavos de final da Liga dos Campeões e a liderança do campeonato, o rival Benfica passa por momentos de contestação ao treinador Rui Vitória. Pinto da Costa foi instado a contar como é que acompanha a situação do clube adversário. "Não acompanhei, nem tenho de acompanhar. Tenho de acompanhar o FC Porto. Essa é a minha preocupação, nem me vou pronunciar nunca sobre qualquer clube que possa estar num momento menos feliz", respondeu.
O último momento passado nas Caldas da Rainha foi no restaurante “A Lareira”, onde decorreu o jantar de aniversário do núcleo, que reuniu 430 pessoas à volta do líder. Pinto da Costa mostrou-se bem humorado e ao mesmo tempo emocionado com a moldura humana e a forma entusiasta como foi recebido
"A todos vós quero agradecer a receção que me prestaram. Quando marquei esta data chamaram-me à atenção de que ia coincidir com o quinto jogo da Liga dos Campeões e que podia ser um momento de menor entusiasmo e felicidade. Fiz dois reparos: primeiro, havíamos de estar felizes hoje e, segundo, que se não estivéssemos felizes nenhum de vós deixaria de estar aqui. Porque quem é dragão, quem sente e ama o clube, não está dependente de ganhar ou não para festejar aniversários das nossas casas”, discursou.
"O F.C. Porto teve um início em 1893, mas não terá fim porque é eterno. Desde o primeiro dia que estamos numa grande maratona. Corro com o testemunho há 36 anos, no dia em que o entregar, tenho a certeza de que quando o meu sucessor vier aqui ficará impressionado como o vosso entusiasmo. Queria agradecer, levo-vos no coração, sinto em cada gesto que têm por mim muita estima”, concluiu o presidente, não sem antes deixar um agradecimento especial à cantora Rebeca, que atuou no jantar e que “aqui se deslocou graciosamente”. A artista foi muito aplaudida e solicitada para dar autógrafos e posar para fotografias por parte dos adeptos portistas.
Tinta Ferreira desabafou que “fiquei um bocado surpreendido porque vejo muitos mais caldenses do F.C. Porto do que eu pensava. É uma festa bonita com bom ambiente. Eu sendo sportinguista emociono-me quando o F.C Porto ganha lá fora”.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar