Login  Recuperar
Password
  19 de Abril de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Opinião
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Pinheiros colocam casa em risco no Nadadouro

Há cerca e um ano foi dado conhecimento à senhora presidente da Junta de Freguesia do Nadadouro, assim como também foi dado conhecimento por escrito aos serviços da proteção civil da Câmara das Caldas da Rainha há cerca de três meses que na Rua dos Casais da Fonte – Nadadouro existem uns pinheiros e a copa dos mesmos se encontram numa situação de causarem uma tragédia de um momento para o outro, os quais além do perigo que podem causar às pessoas que por lá passam assim como a veículos, pior ainda é que no lado contrário da rua moram pessoas e é por essas pessoas que eu mais me preocupa, uma vez além de serem meus familiares (filha, genro e o neto de sete meses).

06-02-2019 | Joaquim Carlos Minez

A situação relatada ocorre na Rua dos Casais da Fonte, no Nadadouro
A situação relatada ocorre na Rua dos Casais da Fonte, no Nadadouro
São seres humanos que estão morar debaixo de um perigo iminente. No dia 5 de janeiro dirigi-me aos serviços da proteção civil e a pessoa responsável com quem falei respondeu-me que nada tem a ver com isso. Agora pergunto eu então para que serve a proteção civil, será que não é para tomar precauções em caso de certos perigos que podem acontecer e antes resolverem-se, será que não faz parte da fiscalização daqueles serviços?
Depois informaram-me para me dirigir aos serviços de obras da Câmara para falar com uma senhora que tinha o dito processo na sua posse. Fui falar com a referida senhora e a mesma disse-me que o processo estava em andamento.
Passados uns dias nada feito e desloquei-me novamente aos tais serviços, onde me disseram que o proprietário foi notificado para no prazo de 15 dias úteis proceder ao corte dos pinheiros e se o não fizesse os serviços da Câmara mandavam fazer o trabalho e mais tarde apresentavam-lhe a fatura das despesas.
Disse-lhe ainda que o assunto é muito urgente, mas a senhora respondeu-me que passou pelo local uma equipa de fiscalização e que essa equipa disse que o assunto não é assim tão grave,
Estão à espera que a tragédia aconteça para depois darem seguimento? Pergunto eu: esses senhores que foram ao local, se por acaso morassem lá eles ou familiares, o procedimento desses senhores era o mesmo? Acredito que não, porque o perigo é para as pessoas que lá moram.

Joaquim Carlos Minez


A Proteção Civil das Caldas da Rainha não respondeu.

Resposta da Junta de Freguesia do Nadadouro:
A presidente de Junta de Freguesia do Nadadouro tem conhecimento desta situação e, muito antes de alguém “ter dado conhecimento”, chamou a atenção do proprietário, sensibilizando-o para o perigo de queda dos pinheiros. Fê-lo, aliás, repetidamente. Tem conhecimento pelos Serviços da Proteção Civil que o proprietário recebeu a notificação referida pelo sr. Joaquim Minez.

Alice Gesteiro, presidente da junta de freguesia do Nadadouro
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar