Login  Recuperar
Password
  20 de Setembro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas da Rainha, Óbidos, Regional, Bombarral
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Painéis de azulejos em estações da Linha do Oeste são restaurados

A Infraestruturas de Portugal está a desenvolver trabalhos de conservação e restauro dos painéis de azulejo existentes nas estações de Mafra, Outeiro, Bombarral, Óbidos, Caldas da Rainha, Valado e de Leiria, da Linha do Oeste.

04-01-2019 |

Azulejo sobre Bordalo Pinheiro na estação das Caldas
Azulejo sobre Bordalo Pinheiro na estação das Caldas
Os trabalhos de conservação envolvem um investimento de cerca de 180 mil euros, estimando-se a sua conclusão no primeiro semestre de 2019.
O azulejo é um elemento decorativo presente em muitas estações ferroviárias, transmitindo vivências e representando espaços bucólicos, figuras, monumentos, tradições e trabalhos campestres, contribuindo para perpetuar tradições e memórias regionais.
A estação das Caldas da Rainha apresenta monumentos e locais da cidade e região (Praça da República, Chafariz das Cinco Bicas, Hospital Termal, Torre da Igreja de Nossa Senhora do Pópulo, mata, Parque D. Carlos I, a Foz do Arelho e a Lagoa de Óbidos), assim como Bordalo Pinheiro. Os azulejos são datados de 1924.
A estação de Óbidos apresenta monumentos, edificado histórico/religioso e espaços públicos da vila de Óbidos, com azulejos de 1943.
Espaços bucólicos, figuras, tradições e trabalhos ligados à viticultura estão representados nos azulejos da estação do Bombarral, de 1930.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar