Login  Recuperar
Password
  22 de Abril de 2021
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

PSP fiscalizou deslocação entre concelhos

A limitação de circulação entre concelhos foi o principal alvo da fiscalização da PSP nas Caldas da Rainha nas operações Stop realizadas no dia 30 de outubro e 2 de novembro, tendo alguns condutores sido obrigados a regressar às suas áreas de residência por não estarem a cumprir o estipulado para esse período, com o intuito de conter a expansão da Covid-19.

05-11-2020 | Francisco Gomes

Operação da PSP à entrada da cidade das Caldas
[+] Fotos
Operação da PSP à entrada da cidade das Caldas
No dia 30 de outubro, entre as 15h e as 17h, foi feito também controlo de velocidade na Avenida Dr. Vieira Pereira (entre a rotunda do Casal Belver e a rotunda do Mcdonald's). Quem circulava na rotunda do Mcdonald's era suscetível de ser mandado parar, independentemente da via em que seguia, para a fiscalização da deslocação entre concelhos.
No dia 2 de novembro, entre as 10h e as 12h, a operação incidiu na Avenida Infante D. Henriques (entre a Expoeste e o acesso à A8), e São Cristóvão/Rua General Amílcar Mota (junto ao quartel do Exército).
De acordo com o comissário Nuno Marques, comandante da esquadra da PSP das Caldas da Rainha, para além de infrações de deslocação entre concelhos sem justificação, houve casos de falta de documentação automóvel, matrículas não regularizadas, circulação incorreta nas rotundas, entre outras situações.
“Os condutores aceitaram esta fiscalização, por perceberem o motivo, e poucos tiveram de retornar aos seus concelho de origem, tendo um motivo válido para circularem”, referiu.
Recorde-se que eram permitidas deslocações para fora dos concelhos em casos específicos. Igualmente não era aplicado às deslocações para efeitos de atividades profissionais ou equiparadas, desde que prestassem declaração, sob compromisso de honra, se a deslocação se realizasse entre concelhos limítrofes ao da residência habitual ou na mesma Área Metropolitana, ou estivessem munidos de uma declaração da entidade empregadora.
Apesar da atitude pedagógica, os condutores eram advertidos que incorriam no crime de falsas declarações caso mentissem.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar