Login  Recuperar
Password
  20 de Junho de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Cadaval
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Novo Centro de Saúde do Cadaval esperado há 15 anos

O primeiro-ministro e a ministra da Saúde inauguraram o novo Centro de Saúde do Cadaval, esperado há 15 anos pela população e batizado com o nome do 'pai' do Serviço Nacional de Saúde, António Arnaut. A Câmara Municipal foi a responsável pela obra, depois de uma parceria estabelecida com o Ministério da Saúde.

20-03-2019 | Marlene Sousa (texto) Diana Dias (fotos)

 O primeiro-ministro e a ministra da Saúde inauguraram o novo Centro de Saúde do Cadaval
[+] Fotos
O primeiro-ministro e a ministra da Saúde inauguraram o novo Centro de Saúde do Cadaval
A obra foi promovida pela Câmara Municipal do Cadaval e representa um investimento de cerca de 700 mil euros, cofinanciado pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (15%) e por fundos comunitários do Portugal 2020 (85%).
A nova unidade de saúde, integrada no Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Sul, vai prestar cuidados a mais de 13.200 utentes e substitui o Centro de Saúde que funcionava nesta localidade há vários anos, num prédio com condições deficientes e de difícil acesso a utentes com mobilidade reduzida.
O primeiro-ministro, António Costa, começou por destacar os 40 anos do Serviço Nacional de Saúde, referindo que a melhor forma de comemorar é “melhorar a qualidade dos serviços”, acompanhando “as mudanças e novas terapêuticas”. Falou da importância dos cuidados primários na “prevenção”.
António Costa sublinhou que a parceria estabelecida entre município e Ministério da Saúde para a construção das novas instalações “é uma boa prova de que, juntando esforços e dando as mãos, se consegue fazer mais e melhor”.
“Este é um dos 18 edifícios que pretendemos ter concluídos só nesta região de saúde até ao final do ano”, disse a ministra da Saúde, Marta Temido. “Nós tínhamos nas mãos 63 centros de saúde que funcionavam em instalações precárias, alguns deles eram aqueles que hoje estão aqui reunidos no novo edifício”, apontou, a governante.
A ministra da Saúde manifestou que a modernização de instalações “permite ganhos no trabalho dos profissionais e funcionalidade do serviço prestado à população”, ao congregar uma Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados, uma Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados, uma Unidade de Cuidados na Comunidade e uma Unidade de Saúde Pública.
O diretor executivo do ACES Oeste Sul, António Martins, referiu que neste momento estão criadas as condições para se candidatarem no futuro a uma Unidade de Saúde Familiar.
António Martins destacou o ginásio do novo Centro de Saúde do Cadaval, que “dá uma acessibilidade para o projeto de academia de mobilidade” e também para “ministrar os cursos de preparação para o parto”, revelando que poderá servir de exemplo para outras futuras infraestruturas

Presidente da Câmara aguarda mais médicos

À espera do novo centro de saúde desde 2004, o presidente da câmara, José Bernardo Nunes, disse tratar-se de uma obra prioritária para o concelho e agradeceu a presença do filho de António Arnaut, que foi batizado como o pai do Serviço Nacional de Saúde, referindo que após a sua morte o Município quis homenageá-lo dando o seu nome ao novo edifício.
A equipa do Centro de Saúde conta com sete médicos, nove enfermeiros, cinco assistentes técnicos, um assistente operacional e um higienista oral.
José Bernardo Nunes espera que as novas instalações "atraiam médicos ao concelho", onde 40% dos utentes não têm médico de família.
A presença de mais médicos vai permitir, segundo o autarca, alargar o horário de atendimento das 18h para as 20h, e criar uma Unidade de Saúde Familiar.
“Vamos posteriormente proceder aos arranjos urbanísticos, para os quais já está lançado o concurso público no valor de cerca de 210 mil euros”, adiantou Bernardo Nunes.
A nova unidade do Cadaval ocupa uma área bruta de 727 m2, tendo nove gabinetes de consulta médica, três gabinetes de enfermagem, duas salas de tratamento, um gabinete de saúde oral, uma sala de movimentos e seis gabinetes de trabalho.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar