Login  Recuperar
Password
  19 de Novembro de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Caldas / Cultura, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Noite de Halloween nas Caldas

Na noite de 31 de outubro festejou-se o Halloween um pouco por todo o país. Apesar desta tradição pagã estar mais enraizada nos Estados Unidos, o Dia das Bruxas é igualmente assinado em Portugal. Multiplicam-se as festas em escolas, bares ou noutros locais e os fatos de Halloween e as respetivas máscaras são cada vez mais comuns. De bruxas a esqueletos as opções foram muitas e variadas.

07-11-2018 | Marlene Sousa

São os alunos mais velhos que organizam as salas
[+] Fotos
São os alunos mais velhos que organizam as salas
Este ano o JORNAL DAS CALDAS acompanhou a animação na Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste e na Escola Secundária Raul Proença.

Autêntica casa de terror na Escola Raul Proença

O que seria do Halloween sem algum medo à mistura? Para quem gosta de viver intensamente esta tradição, a Escola Secundária Raúl Proença foi o local ideal.
O bloco B do estabelecimento de ensino tornou-se numa autêntica casa de terror. Esta iniciativa organizada pela Associação de Estudantes já tem cinco anos de existência e tem vindo a ganhar consistência, pelos sustos e emoções que provoca a quem participa. Numa “experiência inédita”, este ano subordinado ao tema da religião, não faltaram os “provérbios, símbolos do satanismo, freiras e mortos-vivos”. Na entrada do edifício estava um pentagrama gigante com velas ligado ao “satanismo” e “adoração do diabo”.
A organização ofereceu aos alunos doze percursos especiais na noite de 31 de outubro, a pensar no terror de Halloween. São os alunos mais velhos que organizam as salas e que se divertem a caraterizar-se e a assustar os colegas. Os estudantes mais novos, chamados por grupos, percorrem as diferentes salas na “ansiedade de viverem grandes emoções”.
Cada sessão teve a duração de minutos e enquanto os diferentes grupos de corajosos esperavam pela sua vez havia música com dj e diversão no polivalente. “Este ano a decoração mudou, tentámos que fosse mais criativa e assustadora”, disse Pedro Jarrais, elemento da Associação de Estudantes da Raul Proença. “Toda a atração foi criada pelos alunos”, adiantou o responsável.
O diretor do Agrupamento de Escolas Raul Proença, João Bernardes Silva, foi o primeiro a passar o percurso das doze salas, até para “verificar se tudo estava com segurança”. “Fico sempre muito surpreendido com a criatividade dos alunos e com a forma como se transcendem”, disse o diretor ao JORNAL DAS CALDAS, referindo que demonstra a “capacidade de iniciativa e de organização dos excelentes jovens que temos como alunos”.
“A diversão foi grande e a direção da Associação de Estudantes está de parabéns pela qualidade do evento e capacidade de mobilização dos colegas”, frisou.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar