Login  Recuperar
Password
  7 de Agosto de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Cadaval
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Natal no Cadaval teve desde animação infantil a vertente solidária

O Município do Cadaval, a par da habitual iluminação das principais artérias da vila, montou uma árvore de natal no centro da Praça da República, com cerca de quinze metros de altura. Também a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Cadaval voltou a iluminar a torre de comunicações. Considerando os quinze metros do edifício da torre, a árvore dos bombeiros ergueu-se a mais de 50 metros do solo.

08-01-2020 |

Árvore de natal no centro da Praça da República
Árvore de natal no centro da Praça da República

A inauguração da iluminação e da exposição de esculturas de Natal aconteceu a 1 de dezembro, tendo contado com atuação da Banda Filarmónica do Cadaval. Seguiu-se, também, a abertura oficial do presépio de natal, no Mercado Municipal.

Cerca de 7500 visitantes apreciaram o presépio de grandes dimensões, que demorou perto de três semanas a montar. Tratou- se de um projeto da autoria de Rui Martins, pedreiro de construção civil, residente em Alguber. 

Ocupando uma área total de 120 m2, o presépio tinha 500 figuras natalícias. 

A animação natalícia prosseguiu nos dias 7 e 14 de dezembro, com uma ação de promoção que consistiu num circuito de personagens de natal pelo comércio da vila.

No dia 14, a Praça da República acolheu a animação própria da época, com ateliês de natal da biblioteca e museu municipais, pinturas faciais, esculturas de balões, insuflável gigante, a par de um mercado de natal, com artesanato e produtos locais.

 No sábado seguinte, a magia natalícia foi deslocada, em virtude do mau tempo, para o pavilhão João Corrêa, marcada pela presença do Pai Natal, que distribuiu 400 prendas às crianças. A Câmara voltou, antecipadamente, a deixar convites, nas escolas de 1.º ciclo e jardins públicos, a informar a pequenada da presença do “velho das barbas” naquela data.

A jornada festiva incluiu também, nesse mesmo dia, parada de natal, pinturas faciais, esculturas de balões e insuflável gigante.

 Durante a quadra, esteve patente, no centro da vila, uma mostra de esculturas de natal das escolas e das instituições particulares de solidariedade social do concelho, reunindo cerca de 20 trabalhos.

 A Câmara voltou a lançar o desafio, aos comerciantes da vila, para aderirem ao Concurso “Natal é no Comércio Tradicional”, o qual se desenrolou ao longo de todo o mês de dezembro, nos 17 estabelecimentos aderentes.

Na vertente social, o Município entregou  89 cabazes, abrangendo 234 pessoas, a famílias socioeconomicamente desfavorecidas do concelho, tendo por referência agregados indicados pelas juntas de freguesia e pelo serviço de ação social camarário. Foram também entregues brinquedos para as crianças, oferecidos pela instituição “Entrajuda” – Associação para o Apoio a Instituições de Solidariedade Social.

Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar