Login  Recuperar
Password
  21 de Abril de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Política
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Candidato da CDU ao Parlamento Europeu pede suspensão de hotel nos Pavilhões do Parque

A CDU pede a suspensão do projeto de conversão dos Pavilhões do Parque em unidade hoteleira, alegando que falta discussão pública sobre a obra, que receia venha a “privar as populações do uso de espaços que sempre foram públicos”. Esta foi a posição assumida no passado domingo, na sequência da visita ao concelho das Caldas da Rainha do terceiro candidato da lista da CDU ao Parlamento Europeu, João Pimenta Lopes.

16-04-2019 | Francisco Gomes

Pimenta Lopes e comitiva junto aos Pavilhões do Parque
Pimenta Lopes e comitiva junto aos Pavilhões do Parque
Falando no Parque D. Carlos I, Ângelo Alves, da Comissão Política do Comité Central do PCP, deu o mote: “Retirar parte deste espaço sem haver conhecimento completo do que é o projeto e sem haver debate público sobre o futuro da utilização deste espaço público, é estarmos a falar de uma questão de legitimidade”.
“Estamos numa situação de utilização de fundos europeus para fins exatamente contrários àqueles para os quais deveriam ser utilizados”, manifestou.
Apesar de reclamar “uma intervenção imediata” para travar a “degradação” dos Pavilhões do Parque, alvo de “desinvestimento público e abandono”, Pimenta Lopes sustentou que o caminho “não passa por transferir para a esfera privada e para interesses que são questionáveis do ponto de vista do interesse público aquilo que é património do estado”.
“É todo um património cultural, histórico, patrimonial e arquitetónico que está em risco de ser perdido de uma forma questionável da esfera pública. Aquilo que nós colocamos é que naturalmente se deve proceder à suspensão do projeto que está em curso e à reabertura da discussão pública para compreender qual é o projeto que melhor serve o interesse local, onde não se percam os elementos da convivência da própria cidade e da própria população com este património que também é seu”, referiu.
“Há várias soluções que podem ser equacionadas, já houve propostas, até de criação de um espaço museológico para a vertente cerâmica. A visão hoteleira não é única”, defendeu o candidato e atual eurodeputado, que assumiu “o compromisso de questionar a Comissão Europeia, procurando perceber se os fundos da União Europeia que estão alocados ao programa Revive, que deveria fazer uso destes fundos para requalificação e preservação de património cultural e arquitetónico público, estão a ser usados para outros fins que não aqueles que estão definidos”.
José Carlos Faria, da CDU concelhia, apontou que o processo “é demasiado oculto, no sentido de ser pouco conhecido, tudo isto aparece decidido e um pouco na sombra, porque o projeto inicial pelos vistos já foi alterado, e o projeto inicial tinha aspetos demasiadamente gravosos e gritantes, mas tudo isto ficámos a saber a posteriori, e nunca houve uma discussão pública”.
“Há uma apropriação de um espaço público para fins exclusivamente privados, para além de que há uma descaraterização evidente no projeto arquitetónico relativamente aos pavilhões e há uma adulteração profunda do próprio edifício”, argumentou.
Antes da ida ao Parque, Pimenta Lopes e comitiva estiveram no Mercado de Santana, em Alvorninha, para contatos com a população, vendedores e produtores.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar