Login  Recuperar
Password
  29 de Outubro de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Opinião
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

A Lagoa de Óbidos merecia mais

A Comissão Cívica de Protecção das Linhas de Água e Ambiente, durante a época balnear, assistiu a um autêntico atentado à saúde pública, com despejos diariamente de saneamento a ser enviado para dentro da Lagoa, formando uma meia-lua de cor castanha, com cheiros nauseabundos e formação de espuma, desde a elevatória onde se unem o exutor que vem de Óbidos, com o exutor de Caldas da Rainha, até aproximadamente o Penedo Furado.

19-09-2020 | A Comissão Cívica de Protecção das Linhas de água e Ambiente

Saneamento vai parar à Lagoa
Saneamento vai parar à Lagoa
A Comissão reuniu com o senhor presidente da Câmara, que efetivamente demonstrou a sua preocupação e confirmou já terem existido denúncias por parte de alguns moradores. Referiu que ia mandar analisar a situação, ver se era alguma anomalia da responsabilidade da Câmara e colocava a comissão ao corrente, mas, na sua opinião, seriam as algas em putrefacção e pouca oxigenação.
Entretanto a comissão foi informada por parte dos responsáveis da Câmara que a situação verificada não era da responsabilidade.
A Comissão discorda totalmente do senhor presidente ao dizer que a origem do cheiro é das algas, por vários motivos: Por um lado, porque o cheiro já se verifica desde pelo menos o mês de julho, com tendências a agravar o referido cheiro que jamais seria de algas, ainda que em putrefação.
Mais uma vez, infelizmente, a Comissão como noutros anos, achou por bem não agir, por um lado a fim de evitar outros prejuízos, a nível da época balnear, que em nada iriam dignificar a nossa Lagoa e por outro lado as entidades responsáveis estavam de férias e a comissão pouco ou nada iria conseguir resolver.
Nesta altura, finda a época balnear, é o momento da comissão agir, começando com um pedido de desculpa a todos pelo sucedido.
Na certeza porém, esta comissão deixa aqui o compromisso, que a partir de agora tudo irá fazer para que esta situação gravíssima seja resolvida, pois nada justifica que tal aconteça, e vai recorrer a todos os meios que tem ao seu alcance, designadamente aos responsáveis e bem assim à comunicação social local e nacional.
A comissão aproveita, para deixar aqui um apelo a todos, para que continuem a colaborar connosco, a dar todas as informações.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar