Login  Recuperar
Password
  23 de Maio de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Sociedade
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Dez lanches saudáveis para os miúdos levarem para a escola

Para muitos pais, preparar os lanches das crianças para a escola é por vezes complicado. Entre uma alimentação mais saudável e os gostos dos mais pequenos, que são bombardeados com publicidade de bolachas e cerais com grandes quantidades de açúcar, há que decidir. O que devem, mesmo, conter os lanches para a escola? Esta questão e outras foram discutidas na conferência sobre lanches saudáveis que decorreu no passado dia 4, no auditório da Escola D. João II, com a nutricionista da Câmara Municipal das Caldas, Ana Pires.

17-05-2018 | Marlene Sousa

A nutricionista partilhou no evento algumas receitas saudáveis como granola de frigideira
[+] Fotos
A nutricionista partilhou no evento algumas receitas saudáveis como granola de frigideira
De acordo com a nutricionista, bolos, chocolates, e refrigerantes são de se evitar. A aposta deve ser em alimentos como pão, fruta, iogurte, leite ou queijo.

É muito importante que os lanches das crianças sejam variados e de alto valor nutricional. Segundo Ana Pires, há pouca diversidade dos lanches no sentido de alimentos saudáveis. “Os pais ainda preferem dar coisas mais fáceis de levar e de as crianças mastigarem para que não percam muito tempo, como por exemplo um pacote de bolachas ou um bolo, alimentos na maioria estejam carregados de açúcar, conservantes e gorduras”, explicou.
Sugeriu para o lanche da manhã, “leite e fruta e só um destes componentes, caso o pequeno-almoço tenha sido sustentável”. Para a merenda da tarde, aconselhou “um componente sólido (pão e fruta ou tostas) e componente líquido (iogurte ou leite)”.
Segundo a nutricionista, um lanche serve para “saciar temporariamente a fome, fornecer uma pequena quantidade de energia ou apenas para satisfazer o paladar”.
Uma merenda saudável e equilibrada controla as hormonas do apetite, reduz a produção de marcadores inflamatórios, acelera o metabolismo e, entre outros, ajuda a degradar a gordura e a construir músculo.
Ana Pires partilhou no evento algumas receitas saudáveis, como pasta de requeijão que pode ser barrada numa tosta, granola de frigideira, barras de cereais saudáveis e barritas “crua”.
Como atualmente temos que fazer muitas escolhas de alimentos, a nutricionista falou da importância de saber ler rótulos “para tomar as melhores decisões”. Revelou que uma bola de berlim (166g) tem 533 calorias e equivale a quatro pães, um palmier (100g) tem 483 calorias e equivale, a 3,6 pães, um bolo de arroz (68g) tem 291 calorias e equivale a 2,1 pães. Na lista de doces que Ana Pires mostrou o pastel de nata (77g) é o que tem menos calorias (214 e equivale a 1,6 pães).
Nutricionista do projeto em parceria com a autarquia e a unidade Saúde Pública Zé Povinho, de identificação e prevenção de obesidade infantil, nas escolas básicas do concelho das Caldas da Rainha, Ana Pires divulgou que “tenho ido às escolas fazer rastreio, e todas aquelas que apresentam um percentil de IMC acima dos 85, são chamadas novamente para consultas de nutrição para que possam baixar o percentil ou manter um peso mais estável para que ganhem mais saúde”.
Segundo esta responsável, no concelho das Caldas da Rainha os casos de percentil de obesidade infantil têm vindo a “estabilizar”. No entanto o percentil de excesso de peso tem vindo a subir. “Os dois percentis estão nos 30%, igual à média nacional, o que ainda é alarmante”, revelou, acrescentando que ainda “há muito caminho a percorrer”.
Esta iniciativa foi promovida pelo Agrupamento de Escolas D. João II com convite aos encarregados de educação.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar