Login  Recuperar
Password
  25 de Setembro de 2017
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Desporto, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Chuva parou para a Corrida pela Vida encher as ruas da cidade

Sob o brilho das luzes natalícias em Caldas da Rainha, realizou-se no passado dia 3 a sétima edição da Corrida pela Vida, onde a iluminação e a árvore de natal foram enaltecidas pelos atletas que vieram de outros pontos do país.

06-12-2016 | Marlene Sousa

Oswald Freitas, atleta do Clube Natação de Rio Maior, foi o primeiro
[+] Fotos
Oswald Freitas, atleta do Clube Natação de Rio Maior, foi o primeiro
Apesar de ter estado a chover durante a manhã até às 17h00, o S. Pedro acabou por não estragar a Corrida pela Vida. Foram mais de sete centenas de inscritos, contando com cerca de 550 participantes na prova principal, 80 na corrida jovem e 150 na caminhada.
A União de Freguesias de Nª Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório é a promotora desta iniciativa, que já é uma referência nacional.
A prova ajuda este ano a delegação Litoral Oeste Norte da Cruz Vermelha Portuguesa, prevendo-se a entrega de cerca de 2500 euros, apesar de à hora do fecho desta edição ainda não estarem contabilizados os valores.
Oswald Freitas, atleta do Clube Natação de Rio Maior, foi o primeiro a cortar a meta, na prova principal. Venceu em masculinos e foi a primeira vez que participou na corrida. “Estou muito satisfeito com o resultado que fiz. É uma prova muito agradável, com muitas pessoas a aplaudir e a incentivar”, disse o atleta.
Com vinte anos, está há cinco no atletismo. Em termos de prova de estrada bateu o seu recorde, com 31.20 minutos. Do percurso, o que achou mais difícil foi “a subida do hospital, onde se apanham duas subidas longas”.
O atleta sublinhou ainda que “é sempre especial correr à noite”. Na sua primeira corrida nas Caldas, notou que estava “muito público” e destacou a iluminação da cidade. “As luzes de Natal estão criativas e não estava à espera de ver tantas pessoas na rua por causa da chuva e mau tempo”, disse.
No setor feminino, pela primeira vez ganhou Cláudia Pereira, atleta da Gfd running de Lisboa (Veterana F40), com o tempo de 35.36 minutos. Natural de Braga, foi a primeira vez nas Caldas da Rainha e vencer foi “espetacular”.
Achou que o percurso não era muito fácil, “apanha logo duas subidas bastante duras”, mas afirmou ter gostado bastante. “Este ano as Caldas estão com uma iluminação de Natal fantástica, adorei, e fiquei fascinada pela árvore de Natal no centro, está excelente e dá outro ânimo durante a competição”, disse a atleta. Cláudia Pereira tem 40 anos e corre desde os 16 anos.
José Cardoso, da organização da prova, sublinhou que apesar do mau tempo a Corrida pela Vida correu bem. “S. Pedro lembrou-se de nos premiar sem chuva durante a prova”, disse, acrescentando que foi batido o recorde de inscrições. Por causa do mau tempo, houve muitas pessoas, nomeadamente na caminhada e corrida jovem, que apesar de estarem inscritos não participaram.
Segundo José Cardoso, é uma prova de atletismo de referência e que já está no calendário nacional. Esta foi a segunda Corrida P’la Vida sem Vasco de Oliveira, antigo presidente da Junta, que foi o mentor desta iniciativa e que faleceu. Em sua homenagem, antes da partida o seu nome foi lembrado.
A corrida dos mais novos envolveu os alunos dos agrupamentos de escolas da cidade e do Colégio Rainha D. Leonor, que todos os anos se associa à iniciativa.
A prova principal distribui 2550 euros em prémios, repartidos de igual forma pela classificação geral masculina e feminina. Aos primeiros classificado também foi entregue o falo das Caldas. José Cardoso apontou que a Corrida pela Vida é a prova do calendário nacional onde existe a maior percentagem de mulheres participantes. Este ano 30% dos atletas são femininos.
O ginásio Balance deu uma aula de aquecimento antes da prova principal e a Herbalife distribuiu aos atletas a CR7 Drive (bebida com eletrólitos e hidratos de carbono) e barras de proteínas pelos atletas.

Resultados
Masculinos:
1 Oswald Freitas - Clube Natação Rio Maior 31.20 minutos
2 - Daniel Filipe de Oliveira Gregório - Centro Atletismo de Seia - Sénior Masculino 31.28 minutos
3 - Pedro Arsénio - Beja ac Senior Masculino 31.34 minutos
Femininos:
1 - Cláudia Pereira - Gfd running 35.36 minutos
2 - Susana Cunha - Linda-a-Pastora Sporting Clube - Sénior Feminino 35.59 minutos
3- Ana Mafalda Ferreira - Sporting Clube de Portugal - Sénior Feminino 36.10 minutos

Marlene Sousa
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar