Login  Recuperar
Password
  19 de Novembro de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Sociedade
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro

Maria Céu Santos continua como diretora por mais quatro anos

No passado dia 3 realizou-se, na sede do Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro (AERBP), nas Caldas da Rainha, a cerimónia de tomada de posse da diretora, Maria Céu Santos, que, assim, continuará a dirigir os destinos do agrupamento durante o próximo quadriénio.

11-07-2018 | Marlene Sousa

Maria Céu Santos, diretora, e a presidente do Conselho Geral, Rosa Venâncio, do Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro
Maria Céu Santos, diretora, e a presidente do Conselho Geral, Rosa Venâncio, do Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro
A presidente do Conselho Geral, Rosa Venâncio, deu início à cerimónia, mostrando orgulho de empossar a diretora que, com a sua equipa, “levaram a cabo e cumpriram os seus compromissos”. “Neste momento o Agrupamento tem uma excelente imagem junto da comunidade educativa e apresenta um conjunto muito vasto e variado de projetos, culturais, educacionais e cívicos”, revelando-se como uma “organização de promoção para a cidadania”, apontou a presidente do Conselho Geral.
Rosa Venâncio destacou a implementação do modelo CAF - Educação na gestão e melhoria do desempenho das Escolas por via da autoavaliação do Agrupamento, que de 0 a 100, situa-se numa fase que está compreendida entre os “71% e 90%”, que é “sinónimo de um excelente trabalho desenvolvido”.
Após quatro anos de liderança, Maria Céu Santos voltou a tomar posse confiante na sua capacidade mobilizadora e no seu compromisso que tornou o AERBP uma referência e que “é olhado e respeitado como um parceiro indispensável na estratégia educativa do concelho”.
A diretora agradeceu a todos os elementos da direção, aos professores e pessoal não docente, “que são muito elogiados pelos alunos”.
Destacou a professora Noémia Machado, que foi no anterior mandato subdiretora, e que “sem ela este trabalho não era possível”. Maria João Dias, atual coordenadora dos cursos profissionais, será a nova subdirectora.
“Tenho um orgulho imenso no trabalho que foi feito nestes quatro anos, porque a Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro teve um salto significativo no seu número de alunos, que no ano letivo de 2017/2018 teve 1200 estudantes, mais duzentos alunos do que no anterior”, revelou Maria Céu Santos.
Segundo a diretora, são os “alunos que fazem a boa divulgação do AERBP”, revelando com as pré-inscrições para o próximo ano letivo que “há estudantes que nós já não vamos podemos receber porque não temos capacidade para receber todos os jovens que querem frequentar a nossa escola”. “Isto há quatro anos era algo que podia-se chamar de utopia porque ninguém iria acreditar”, adiantou.
“A dinâmica é diferente. Foi criada uma prática de acreditar no trabalho dos professores, os alunos são educados e civilizados”, sublinhou a diretora, acrescentando que “o ambiente mudou nestes quatro anos”.
Maria Céu Santos elogiou ainda o trabalho dos alunos, que têm sido premiados a nível regional e nacional. Deu o exemplo do primeiro lugar no projeto Euro Escolas, onde duas jovens que defenderam o seu projeto na Assembleia da República ganharam um “prémio para 25 alunos irem ao Parlamento Europeu em novembro”. Referiu também os prémios em empreendedorismo alcançados pelos estudantes da Escola de Santa Catarina.
“Criámos um sentimento de pertença e de união”, finalizou a diretora, agradecendo também aos elementos do Conselho Geral.
Quanto ao compromisso com o modelo CAF, tem como meta nos próximos quatro anos “implementar um ensino de qualidade que seja reconhecido a nível superior”.
No dia 12 de julho será anunciada a aprovação por parte do Ministério da Educação do funcionamento de uma Unidade de Apoio ao Alto Rendimento Desportivo na Escola (UAARE) a funcionar, a partir do letivo 2018/2019, na Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar