Login  Recuperar
Password
  25 de Junho de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Desporto
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Mulher treina equipa sénior masculina de futebol da Benedita

Catarina Lopes, capitã do A-dos-Francos e antiga internacional sub-19, vai treinar a equipa sénior masculina do Beneditense. É a primeira mulher a treinar neste escalão em Portugal.

16-04-2019 |

Treinadora foi internacional pela seleção feminina sub-19
Treinadora foi internacional pela seleção feminina sub-19
O Beneditense, clube da Associação de Futebol de Leiria, contratou uma mulher para orientar a sua equipa de futebol masculino que milita na Divisão de Honra. Catarina Lopes, de apenas 24 anos, comanda uma equipa técnica formada por mais três elementos do sexo feminino.
A escolha de Catarina Lopes foi considerada por Luís Lopes, presidente do clube e pai da treinadora, "a solução mais lógica", uma vez que era ela que coordenava o futebol de formação do emblema da Benedita.
A nova técnica, que sucede a Rui Agostinho, que colocou o lugar à disposição no seguimento de uma derrota por 3-2 em Figueiró dos Vinhos, tem agora o desafio de manter a equipa na Divisão de Honra.
"Não importa o género do treinador, mas a competência. De certa forma, os jogadores já me conhecem. Sou uma cara do clube, faço parte da coordenação e penso que a aceitação como treinadora vai ser positiva ", explicou a técnica à agência Lusa.
Catarina Lopes começou a praticar futebol no Benefitense com seis anos, alinhando depois nas equipas de futsal do Ribafria e dos Vidais, antes de voltar aos relvados para jogar pelo A-dos-Francos, em 2011/12, ainda com idade de juvenil.
Numa primeira fase, a defesa envergou a camisola caldense em cinco épocas, durante as quais chegou à seleção portuguesa de sub-19, apontando dois golos nas 15 internacionalizações somadas pela equipa das 'quinas' entre 2013 e 2015. Em 2016/17, sagrou-se campeã nacional e venceu a Taça de Portugal pela formação principal do Sporting, numa temporada que assinalou o regresso dos leões ao futebol feminino.
Depois de Alvalade, Catarina regressou a A-dos-Francos, ao mesmo tempo que vinha colaborando com o Beneditense na qualidade de treinadora da equipa masculina de iniciados. Em paralelo com a carreira desportiva, a técnica encarou como "prioridade" a sua formação académica, tendo concluído a licenciatura em Treino Desportivo na Escola Superior de Desporto de Rio Maior e o mestrado em Educação Física na Faculdade de Motricidade Humana, em Lisboa.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar