Login  Recuperar
Password
  14 de Outubro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

“Frutos 2017” no Parque D. Carlos I com grandes nomes da música nacional

Depois do sucesso da edição anterior, a “Frutos - Feira Nacional de Hortofruticultura das Caldas da Rainha” regressa ao Parque D. Carlos I, a partir de 18 de agosto, tendo sido lançada oficialmente pela Câmara Municipal das Caldas da Rainha, na passada quinta-feira, na BTL- Bolsa de Turismo de Lisboa.

21-03-2017 | Mariana Martinho

Apresentação da “Frutos 2017” na BTL
[+] Fotos
Apresentação da “Frutos 2017” na BTL
Durante dez dias, o evento, que foi durante as décadas de 70 a 90 uma das grandes atrações caldenses, pretende voltar a ser uma representativa montra do que de melhor se faz no setor da hortofruticultura em Portugal, acompanhado de um vasto cartaz de animação, onde se destacam concertos com grandes bandas e artistas nacionais, como Tiago Bettencourt, Richie Campbell, Carminho, GNR e Xutos e Pontapés.
Terá ainda um conjunto de atividades, como showcookings de chefs conceituados, exposições, workshops, cerâmica, jornadas técnicas, visitas acompanhadas a pomares, bem como novidades: o espaço Fruta Viva, o Espaço Entrega de Compras, o Espaço Máquina do Tempo, o Espaço Produtos Biológicos e o Espaço Nutrição e Bem Estar.
Os bilhetes para Frutos 2017 podem começar a ser adquiridos a partir do dia 1 de abril.
Depois de vários anos nas instalações da Expoeste e alguns anos sem se realizar, a Frutos 2016 marcou o regresso do certame ao Parque D.Carlos I, tendo sido um sucesso. Registou cerca de 100 mil visitantes e um impacto financeiro mediático de 1,6 milhões de euros e mais de vinte e cinco mil gostos nas redes sociais.
O vice-presidente da autarquia, Hugo Oliveira, explicou que “foram 27 edições da Frutos, entre os anos 70 e 90, e autarquia voltou a fazê-la com coragem em 2016”, tendo ultrapassado as expetativas e atingindo números que motivaram a decisão de “voltarmos a fazer a Frutos”. Pretende-se que o certame seja reconhecido nacional e internacionalmente como uma referência nas feiras do setor hortofruticultura.
Esta edição, segundo Hugo Oliveira, associa a “componente artística e técnica” apoiada no melhor se faz no setor da hortofruticultura e num vasto cartaz de animação, “o que vai permitir-nos ter uma Feira dos Frutos forte”. Com preços acessíveis, que podem variar entre os três euros e os cinco euros, consoantes os dias, “a expetativa para este ano é de podermos crescer”, sustentou o vice-presidente.
A 29ª edição da Frutos, que tem um orçamento previsto de 390 mil euros, conta com uma comissão consultiva que integra um conjunto de entidades ligadas ao setor como parceiros.
“Esta comissão, que integra desde o presidente de Câmara e vereador que organizou a primeira edição, passando pelos membros que organizaram na década de 70 a 90 a Frutos, até os técnicos atuais, dá-nos a garantia que é uma das maiores feiras do setor em Portugal”, afirmou o vice-presidente.
Em simultâneo, o evento terá um conjunto de atividades, como showcookings de chefs conceituados, exposições, workshops, cerâmica, jornadas técnicas, entre outras, a decorrer “por todo o parque”.
“Tivemos a preocupação de espalhar as atividades e garantir que as pessoas possam circular pelo parque, e mesmo ter contacto com a fruta”, explicou Hugo Oliveira.
Tal como no ano passado haverá as Jornadas Técnicas, que vão funcionar por inscrições, e será um espaço onde as pessoas poderão assistir a palestras e conferências, que contará com uma série de entidades para falar sobre o setor. Isso, segundo o vice-presidente, vai “garantir a componente técnica“, com recurso a internacionalização com a presença da Catalunha, na área da investigação e desenvolvimento, bem como um intercâmbio de experiências entre produtores.
O presidente da Câmara, Tinta Ferreira, sublinhou que “depois do sucesso da Frutos 2016, não tivemos dúvidas em realizar a segunda edição. Agora o nosso objetivo é corrigir alguns erros e, acima de tudo, inovar. Esta é uma das principais feiras do setor em Portugal e tem a grande vantagem de reunir duas componentes: a técnica e a artística. Se, por um lado, a fruta é o ponto de partida e há um conjunto de atividades em torno da mesma, também o cartaz cultural foi uma prioridade para podermos atrair o maior número de pessoas. Este é um evento que decorre no parque mais emblemático das Caldas da Rainha, para que as pessoas que nos visitam possam sentir a vida da cidade, sendo que o objetivo é também promover o turismo das Caldas e da região”.
Após a apresentação oficial na BTL, a “Frutos 2017” marcará presença no Festival Internacional de Chocolate de Óbidos, no próximo sábado, pelas 13h00, através de um showcooking que incluirá a fruta e o chocolate, realizado pelo chef David Gomes, da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste.

Programa

Com um espaço dedicado às famílias com crianças, a Frutos contará com um Espaço Infantil. Esta área terá baby sitting, insufláveis, pinturas faciais e serviço de localização de crianças, através das pulseiras com beacons, bem como ?uma quinta pedagógica que fará as delícias dos mais pequenos, que poderão observar e conhecer os hábitos e características dos diferentes animais. 
Entre as novidades, o certame terá também um Espaço de entrega de compras, local onde os visitantes da feira poderão fazer as suas compras e o estafeta levará o saco de compras até à central de distribuição, situada em frente ao Hotel Sana.
“Isto fará com que as pessoas estejam mais a vontade para efetuar as suas compras no evento e ainda contribuirá para o aumento do número de vendas”, sublinhou Hugo Oliveira. Haverá também um espaço onde “a fruta é rainha na Região Oeste”, o Espaço Fruta Viva. Este espaço vai “dar maior ênfase ao setor”, promovendo os produtos hortofrutícolas da região e dos produtores locais, provas sensoriais, venda e exposição de produtos DOP/ IGP e showcooking, e demonstração da importância da fruta na alimentação.
Dentro das novidades também haverá o Espaço “Máquina do Tempo”, que vai permitir aos visitantes reviver o passado do certame em 3D. “A intenção é que os visitantes possam sentar-se, colocar os óculos 3D e ver o que era a Frutos nos anos 70”, frisou o vice-presidente. Por fim, uma área dedicada aos Produtos Biológicos e à Nutrição e Bem Estar, através de workshops de alimentação saudável, atividade de exercício físico e promoção da alimentação saudável.
Como na edição anterior, o certame contará com um espaço dedicado à cerâmica, com exposição de obras de ceramistas caldenses, workshops de cerâmica para visitantes e atividades dinamizadas pelo Museu da Cerâmica, bem como a zona de restauração e bares, acompanhados de animação com dj’s antes e após os espetáculos.
Relativamente ao estacionamento, a organização garante a oferta de três horas de estacionamento na compra de um bilhete e haverá sinalética informativa a indicar os parques de estacionamento e pontos de apoio e informação nas principais vias e acesso à cidade. 


Concertos
Dia 18 de agosto- Tiago Bettencourt
Dia 19 de agosto- GNR
Dia 20 de agosto- Djodje
Dia 21 de agosto- Mimicat
Dia 22 de agosto- Plant
Dia 23 de agosto- Walking River Trunk
Dia 24 de agosto- Richie Campbell
Dia 25 de agosto- Dengaz
Dia 26 de agosto- Carminho
Dia 27 de agosto- Xutos e Pontapés
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar