Login  Recuperar
Password
  23 de Maio de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Economia
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Novo prato das Caldas da Rainha

Conheça e prove a tronchuda nos 24 restaurantes aderentes

Tronchudas de feijoada à transmontana, de roupa velha, de cozido à portuguesa, de bacalhau e marisco, ou até mesmo como sobremesa, podem ser degustadas nos 24 restaurantes caldenses aderentes do roteiro gastronómico que decorre até 20 de maio. Este projeto, promovido pela Associação Empresarial do Concelho das Caldas da Rainha e Oeste (ACCCRO) e desenvolvido pela restauração das Caldas da Rainha, tem como objetivo promover a cidade e a marca através da gastronomia, apostando na criação de um produto gastronómico, que passará a ser identificado como um “prato das Caldas".

17-05-2018 | Mariana Martinho / Rita Damásio

Uma das propostas da Marta’s Place
[+] Fotos
Uma das propostas da Marta’s Place
A I Mostra Gastronómica da Tronchuda, que começou no passado dia 7, faz parte dos vários projetos que a ACCCRO tem vindo a desenvolver para enaltecer a marca "Caldas da Rainha" a diversos níveis. Nesse sentido, nasceu a tronchuda, que pretende ser uma referência na gastronomia caldense e ainda valorizar um dos ex-libris turísticos da cidade, a Praça da Fruta.
Cada restaurante caldense converteu a tronchuda, que é uma couve fechada, e o seu nome reporta também para uma trouxa, em entrada ou sobremesa, doce ou salgado, peixe ou carne e vegetariano, consoante a sua criatividade.
O JORNAL DAS CALDAS foi conhecer as três propostas do restaurante caldense Marta´s Place. Uma vegetariana, outra de peixe e ainda de carne. Foi um dos primeiros estabelecimentos da restauração a apresentar a sua proposta para a tronchuda.
A tronchuda vegetariana consiste num esparguete de legumes envolvido na própria couve, gratinada com queijo da nossa região e sementes, com molho de estragão. Já a de peixe, visto que é “algo que não é diretamente da zona”, foi escolhido o tradicional bacalhau, cozinhado a baixa temperatura e envolvido na couve, juntamente com uma cebolada e crumble de pão saloio. Por fim, a proposta de carne. “Como não temos nada especifico da zona, optei por fazer bochechas de porco malhado de Alcobaça à antiga”, explicou a proprietária Marta Calhau, adiantando que o prato é acompanhado de migas de longueirão, “que fui buscar à nossa Foz do Arelho”.
Segundo a responsável, “a ideia foi aproveitar ao máximo os produtos da nossa região”, acabando por fazer da tronchuda “um dos pratos principais” do restaurante e que “nos identifica a nível nacional”.
As três propostas têm “tido bastante procura, não havendo uma que se destaque mais do que as outras”.
Apesar da mostra gastronómica terminar no dia 20 de maio, Marta Calhau, pretende “dar continuidade ao projeto” no estabelecimento. “Não vou ter todos os dias disponível, mas quero manter as tronchudas na carta aos fins-de-semana, se a aceitação for boa”, sublinhou a chefe do Marta’s Place. Aliás, alertou que “não podemos trabalhar o prato apenas durante estes 15 dias e parou, temos de ser persistentes se não isto nunca vai ter sucesso”.
Depois de provarmos a tronchuda da Marta’s Place, seguimos até ao Maratona, onde também o chefe Ricardo Ferreira apostou em três propostas na mostra gastronómica.
Disponíveis ao jantar, os clientes podem escolher uma tronchuda vegetariana, composta por uma trilogia de couves (bruxelas, lombarda e roxa) com molho de mostarda e batata palha, ou então, de peixe com polvo assado, batata-doce e pimentos e molho de couve-flor com cebola assada fumada e cebola crocante, e de carne com osso buco com feijão branco, pimento e gengibre, puré de couve-flor, cebola assada e molho de estufado da carne. Das três, a mais vendida tem sido a de carne, que já tinha sido introduzida na nova carta do Maratona.
Contudo, o coordenador geral do Maratona, Diogo Justino, afirmou que “a tronchuda vegetariana tem tido mais saída do que era expectável, só na passada sexta-feira vendemos 17 tronchudas, em 60 jantares servidos”.
Futuramente, o responsável pondera vir a incorporar a “vegetariana na carta do restaurante, pois faz sentido”, mas “temos de ver o resultado da ação e a opinião das pessoas”. Para já, a tronchuda que “vai ficar definitivamente” na carta é a de carne.
Para o responsável, esta iniciativa tem “corrido mesmo muito bem”, pois “tudo o que traga mais pessoas às Caldas da Rainha é benéfico para todos”.
Igualmente o restaurante Meia Tigela apresenta duas propostas de tronchudas, mas desta vez em sobremesa, “A doce tronchuda na tigela” e “Um amor de tronchuda”. A primeira proposta é composta pela couve roxa, trouxa-de-ovos, doce de ovos e amêndoa, acompanhada de uma decoração à base de flores comestíveis. Já a segunda proposta tem como base pera cozida com vinho e recheio com canela, envolvida numa couve lombarda, abóbora, nozes e ginja.
Estas duas sugestões, segundo o responsável pelo Meia Tigela, Pedro Peça, vão “ficar no cardápio do restaurante”, pois a “receção tem sido muito boa”. Aliás, “só no passado sábado gastámos o stock de uma das tronchudas”.
Satisfeito com a aderência que o projeto tem tido, em que “as opiniões de quem prova têm sido muito boas”, o responsável adiantou que “este prato foi uma boa escolha para dinamizar a cidade e tem permitido que Caldas se torne diferente de todos os outros locais”.
Além destes três restaurantes existem mais 21 com diferentes propostas para poder comer a tronchuda, como o Afinidades, A Praceta, Capelinha do Monte, Capristanos, Casa Antero, Café Central, Cocos bar, Cruzeiro, Eels, Beef & Co., Leef, Maria Adega, Martinez, Paraíso do Coto, Queridos, Raízes, Sabores d’Itália, Travessa dos Sabores, Tacho, Tasca Bordallo, Taskinha do B3co e Toca da Onça Bistro.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar