Login  Recuperar
Password
  15 de Agosto de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Cultura
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Frutos 2018 mais sustentável e menos pegada ecológica

A Frutos - Feira Nacional de Hortifruticultura das Caldas da Rainha que este ano irá decorrer entre 17 e 26 de agosto, no Parque D. Carlos I, pretende ser uma iniciativa mais sustentável.

08-08-2018 |

Além do selo Eco-Evento, a Frutos, está a trabalhar na obtenção da certificação “Evento Mais Sustentável”
[+] Fotos
Além do selo Eco-Evento, a Frutos, está a trabalhar na obtenção da certificação “Evento Mais Sustentável”
Segundo nota de imprensa da Câmara das Caldas, além do selo Eco-Evento, a Frutos, está a trabalhar na obtenção da certificação “Evento Mais Sustentável”.  “O evento quer ser mais sustentável, reduzir a pegada ecológica e inspirar todos os envolvidos para práticas mais corretas, mais baratas e com menos impacto”, diz, o comunicado.
 O Selo Eco-Evento, é uma iniciativa da Valorsul que desafia os municípios organizadores de eventos a comprometerem-se com práticas de redução do impacte ambiental daí resultante e na gestão adequada de resíduos, promovendo a reciclagem e a valorização dos resíduos produzidos na feira, assim como a deposição e a recolha seletiva de plástico, papel, cartão e resíduos orgânicos.
Segundo a nota de imprensa, “os expositores vão dispor de contentores adequados e a recolha será efetuada pela equipa de limpeza”. Se dúvidas houver, o Manual do Expositor explica tudo no capítulo das regras de reciclagem.
O plástico recolhido será depois pesado e o valor monetário atribuído entregue ao Núcleo da Cruz Vermelha das Caldas da Rainha.
Na montagem e na desmontagem será dada atenção aos cuidados a ter para a maior conservação dos recursos e evitar a sua danificação. “O objetivo é manter o Parque D. Carlos I no seu melhor, para que os visitantes sintam efetivamente que estão no Parque, e não num espaço totalmente ocupado por infraestruturas”.
Ser um Eco-Evento passa ainda de acordo com o comunicado “por assegurar o bem-estar dos visitantes com ações como ajudar a identificar locais de estacionamento, transportes e acessibilidades adequadas”.
No capítulo da alimentação servida durante o evento, privilegia-se os produtos orgânicos e sazonais, cultivados localmente.

“Evento Mais Sustentável”: o que significa?
 
Atenta e com uma sensibilidade apurada para estas temáticas, a organização da Frutos avançou também para a certificação do certame como “Evento Mais Sustentável”.
Atribuída pela entidade responsável – “a SGS - implica um compromisso com a sustentabilidade em todo o ciclo de vida do evento, desde o planeamento até à desmontagem”.
O processo começa como uma auditoria prévia, realizada no terreno, por uma equipa SGS.
Aí é possível à organização avaliar os requisitos de sustentabilidade a vários níveis, nomeadamente montagens, segurança dos trabalhadores, gestão de resíduos, impacto na comunidade local, entre outros.
A primeira imagem que nos vem à cabeça quando pensamos num grande evento como a Frutos é a de milhares de pessoas em constante movimento e animação, usufruindo de um espaço onde várias coisas estão a acontecer ao mesmo tempo. E se essa imagem é inerente à dinâmica que caracteriza estes certames, do ponto de vista organizacional levanta inúmeros desafios ao nível do impacte social, económico, ambiental e de sustentabilidade.
Para alcançar esta certificação, o evento deve ser, segundo nota, “socialmente responsável: promoção da equidade social, satisfação, sentimento de segurança e bem-estar através da consolidação das relações”.
Integridade ambiental, alerta para condutas que possam, “direta ou indiretamente, ter algum impacto negativo no meio ambiente resultante da ocorrência do evento, em particular no local e imediações, recursos naturais, gestão de resíduos e emissões gasosas”.
Com o equilíbrio económico, “pretende-se alcançar a estabilidade para a subsistência em simbiose com os pilares da sustentabilidade”.
Respondendo à questão, porquê obter a Certificação “Evento Mais Sustentável”? “Porque do cumprimento dos vários requisitos resultam vários benefícios, aumentando reconhecidamente a qualidade do evento e a forma como é experienciado por todos os envolvidos e participantes”, explica o comunicado.
 Quer os visitantes, quer as pessoas envolvidas na organização e tarefas, devem poder “comprovar a implementação de ações de preocupação sustentável e que fazem do evento muito mais que uma feira, mas também uma plataforma que a todos alerta e desperta para estas matérias”.
Segundo, nota de imprensa, é necessário “envolver todas as partes interessadas, inspirando, sensibilizando e comprometendo as pessoas para o cumprimento de objetivos tais como: Aumento da eficiência durante o processo de conceção; Otimização dos recursos utilizados em toda a cadeia de fornecimento; Identificação e mitigação de riscos que possam afetar o ambiente, vida humana e/ ou património; Demonstração de transparência, integridade e compromisso.
“Fazer bem não é mais caro”, esclarece, o comunicado, acrescentando que “não é necessário um investimento significativo para tornar um evento mais sustentável”. “Muitas destas práticas não acarretam custos para a organização e até permitem eliminar gastos e adicionar benefícios para quem está presente no evento”.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar