Login  Recuperar
Password
  23 de Novembro de 2017
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Desporto
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Futebol Amador em Peniche ao abandono

20-01-2010 |

Futebol Amador em Peniche ao abandono
Futebol Amador em Peniche ao abandono
Como director do clube " O Independente" e apesar de relativamente novo nestas andanças de futebol Amador, não consigo entender o facto do Futebol Amador em Peniche estar praticamente ao "abandono". Talvez consiga expressar o meu sentimento e de muitas outras pessoas ligadas a esta actividade por outras palavras. O futebol amador na cidade de Peniche é dos mais antigos (senão o mais antigo) de Portugal, uma verdadeira relíquia de cultura e desporto amador a nível nacional. Ao longo dos anos o jornal "A Voz do Mar" publicava (e publica) quinzenalmente crónicas acerca do desporto amador na cidade, e neste momento o jornal "Correio Popular" também o faz com mais afinco e de uma forma mais pormenorizada. Mas infelizmente é só. Custa-me a crer que temos uma rádio em Peniche, que em anos passados fazia intervenções em directo no campo da Fonte Boa, e quando semanalmente existia o programa na rádio que falava acerca do desporto na cidade, do futebol amador, havia entrevista com intervenientes, resultados, classificações, etc, etc. Mas agora não existe nenhuma referência. Sei que os tempos áureos do Futebol Amador poderão ter passado (ou não), mas será que uma actividade destas, e que apesar de ter de momento 7 equipas (presume-se que no próximo ano serão 10), e mesmo assim tem quase 300 pessoas (!!!) inscritas não merece um pouco mais de "atenção" por parte dos meios comunicação social da nossa cidade ou até mesmo da zona Oeste, pois é o único campeonato do género no centro/sul do País, todos os restantes são a norte de Portugal. E desenganem-se os que pensam que o campeonato do Inatel tem semelhanças com um campeonato amador, o sistema é totalmente diferente e a competição é feita por distritos. Mas voltemos ao que interessa, quando fazemos uma pesquisa na internet acerca de futebol amador em Peniche, aparece-nos o blogue do Sr. Victor (http://futebolamador-victor.blogspot.com/), um senhor do Porto (!!!!) que divulga o futebol amador a nível nacional o qual inclui a cidade de Peniche, e a pesquisa seguinte é de um blogue de um senhor de Peniche, Sr. Germano (http://pinturasempeniche.blogspot.com/) que contém fotos de equipas do passado, que comprova a longevidade deste desporto, contando num passado não muito distante com 22 equipas num campeonato, onde já tivemos muitas equipas do concelho, e até mesmo uma equipa da Nazaré, que se deslocava quinzenalmente a Peniche para jogar, onde os bairrismos eram evidentes, a mística, o orgulho de cada um vestir uma camisola que muitos poderiam não entender e que poucos davam valor. Ao longo de mais de 50 anos, milhares de pessoas já praticaram futebol amador, em dezenas de equipas, umas que existem desde o inicio (apenas o caso do meu clube "O Independente" e o S.C. Vila Maria) outras que nasceram, e duraram muitos ou poucos anos, e isso pouco ou nada interessa, o que interessa é que deixaram a sua marca, mística e cultura. Costuma-se dizer que quem não aparece, esquece, e eu não faço parte da Associação de Futebol Amador de Peniche, mas custa-me muito ser um jovem de 24 anos, que está a ajudar uma equipa com "O Independente" a renascer, o que tem vindo a acontecer, que tento ajudar a direcção no que é possível, e sabendo da história que esta modalidade tem a nível nacional, comprovo que há entidades que nada querem saber acerca deste assunto. É muito triste. Eu não peço para apontarem holofotes para um pelado situado numa zona pouco povoada da cidade, nem que me tragam cá a Euronews para fazer o rescaldo semanal da jornada, mas será que um campeonato que envolve 7 equipas disputado em 3 voltas, uma taça disputada a duas mãos, que envolve jogadores, árbitros, directores, direcções de clubes e associações (perto de 300 pessoas), patrocínios, esforço e dedicação de gente humilde que perde horas, dias, em organizar uma competição com fim anunciado há muito tempo e que lutam para que tal não aconteça, não merecia um bocadinho mais de atenção por parte de órgãos competentes??? De louvar o esforço e a atenção que jornais com " A Voz do Mar" e "Correio Popular" e blogues como do Sr. Victor e do Sr. Germano dão a este assunto. Será que a rádio 102FM não poderia fazer uma pequena crónica semanal acerca do futebol amador?? Será que a Câmara Municipal (que em conjunto com a junta de freguesia tem de facto feito um esforço para criar melhores condições e ajudam na medida do possível) não poderia colocar no seu site, que tem muito mais projecção a nível nacional, um artigo acerca desta modalidade ou até mesmo uma página activa? Ou até mesmo um sintético para a prática de futebol? Serviria e muito para impulsionar novamente o amadorismo e quem sabe voltar a ter 22 equipas, melhores condições para toda a gente. Será que até mesmo os meios de comunicação da Região Oeste não poderiam arranjar um pequeno espacinho para fazer lembrar que nesta região existe algo do género? Ou será que aquilo que eu estou a dizer é assim tão descabido e não tem razão de ser? Ou será que neste momento esta região do País só se preocupa com Surf e Bodyboard??? Não tenho nada contra, muito pelo contrário, mas também é importante divulgar a história e a cultura de uma cidade, de uma região também o é, e isto existe todos os anos há mais de 50 anos, faça chuva, faça sol, vento, frio, trovoada o que for, nós estamos lá e gostaríamos que alguém se lembrasse que nós existimos. Muito provavelmente, não vou obter qualquer tipo de resposta, mas pelo menos o desabafo está feito e assim penso que poderá ficar á consideração e bom senso de cada um. Quem sabe um dia quando acabar é que se vai dar valor ao que se perdeu.   Hugo Bruno Director do clube "O Independente"
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar