Login  Recuperar
Password
  17 de Dezembro de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Cultura, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Exposição de fotografia na escadaria do The English Centre

25-06-2008 |

Exposição de fotografia na escadaria do The English Centre
Exposição de fotografia na escadaria do The English Centre
A escadaria central do edifício do The English Centre em Caldas da Rainha é palco da segunda edição da Artz, que estará patente ao público até 27 de Junho. Expostos no vão da escada estão 35 obras de fotografia de sete autores da região, completadas por uma instalação no exterior, da autoria de Ivo Andrade, através de uma almofada gigante com a mensagem em inglês "Don’t Let Your Dreams Go Away" (Não deixes escapar os teus sonhos). Esta iniciativa é a sequência lógica dos bons resultados em termos de aceitação do público e das forças vivas da cidade que teve a primeira edição da Artz, realizada em 2007, e que colocou expostos nos vários pisos do edifício trabalhos de fotografia, escultura, pintura e desenho. Nesta segunda edição a mostra é dedicada exclusivamente à fotografia. Os fotógrafos convidados apresentaram trabalhos subordinados ao tema "Viagens". Mais de uma centena de pessoas esteve presente na inauguração desta exposição que decorreu no passado dia 13. A iniciativa insere-se numa dinâmica do The English Centre, que pretendeu com esta exposição abrir as portas da escola à comunidade e divulgar os trabalhos de novos artistas. A ideia da partiu de Carlos Ribeiro, relações externas do English Centre, que achou que o espaço tinha as características necessárias para fazer uma exposição. "A escadaria central do edifício do The English Centre está cheia de paisagens espectaculares, algumas bem diferentes das que vemos no nosso quotidiano", referiu. Carlos Ribeiro é um dos fotógrafos. A paixão por Óbidos onde sempre residiu, levou-o à descoberta da fotografia que pratica há quase trinta anos como amador. Apaixonado pelas viagens, percorreu vários continentes, sendo Marrocos o seu país de eleição. Numa viagem realizada em Maio, captou os rostos de vários habitantes de Chefchaouen, cidade do Norte de Marrocos. As imagens que expõe na Artz II são a sua homenagem aos residentes "mais idosos que carregam nas suas expressões o peso dos anos e a dignidade de um povo orgulhoso da sua cultura com raízes seculares". Edgar Libório reside nas Gaeiras e é fotógrafo freelancer. Trouxe à exposição fotos que tirou no ano passado numa viagem pela Europa. Imagens de locais em Portugal, França, Bélgica e Itália. Já tinha ouvido falar do projecto Artz e quando recebeu o convite para participar, aceitou por achar a iniciativa "interessante". Catarina Paramos, natural das Caldas da Rainha, frequenta o curso de Direito em Coimbra. Desde cedo dedicou-se às artes, com um interesse maior na Literatura e ultimamente na fotografia. Em 2005 foi distinguida com uma menção honrosa num concurso fotográfico promovido pela Salvador Caetano do Porto para a promoção do Toyota Aygo. Venceu ainda o primeiro lugar num concurso de fotografia promovido pela revista "Wine Passion" em 2008. Trouxe à segunda edição da Artz cinco fotografias tiradas na estação de comboios da linha do Oeste, em Caldas da Rainha. "Retratei cinco formas diferentes de viajantes", apontou. Mário Caldeira, filho de emigrantes, nasceu na antiga República Federal da Alemanha. Reside nas Caldas da Rainha e por mero acaso, em 1997, através de amigos nasceu o "bichinho" da fotografia como meio de expressão pessoal, tornando-se profissional da agência Lusa. No mês de Abril captou algumas imagens em Siem Reap, no Cambodja, numa viagem de auto-descoberta e de procura da liberdade perdida dos seus tempos de amador. Segundo Mário Caldeira, as cinco imagens que trouxe à exposição são o "fruto de momentos especiais". António Catarino, natural da Benedita, participou em cursos e workshops de fotografia. Já organizou algumas exposições individuais e participou em diversas exposições colectivas. A esta exposição levou cinco imagens captadas nos museus Guggenheim. Escolheu este tema porque foi a "arquitectura inovadora das instituições" que o levou a fazer a viagem. Marcos Pinto nasceu em Freamunde, concelho de Paços de Ferreira. Filho de fotógrafos, desde muito cedo se iniciou no mundo da fotografia. Pode-se dizer que é fotógrafo desde os 11 anos. Em 2002 veio para Caldas da Rainha para gerir o estúdio de fotografia Franco. Trouxe à exposição imagens captadas em Cuba. Pedro Cá nasceu em Caldas da Rainha e é licenciado em Design de Multimédia pela Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha em 2007. Começou a dar os primeiros passos na fotografia na Escola Secundária Raul Proença, no ano lectivo de 1999/2000 e realizou a sua primeira exposição intitulada "Parking Cars". Tem desenvolvido trabalhos de freelancer. Em 2008 participou no projecto "Rostos" em parceria com o colectivo Ozzy Project, instalação multimédia para a inauguração do Centro Cultural e de Congressos. Natural de Trancoso, Ivo Andrade licenciou-se no Curso de Artes Plásticas na ESAD. Este artista plástico foi um dos três vencedores da 3ª edição do prémio de fotografia "BES Revelação". Marlene Sousa
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar