Login  Recuperar
Password
  18 de Agosto de 2017
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Sociedade, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Avaria mata peixes em São Martinho

05-08-2009 |

Avaria mata peixes em São Martinho
Avaria mata peixes em São Martinho
A alegada paragem de uma bomba na estação elevatória de São Martinho do Porto causou a morte de centenas de peixes, entre os quais vários exemplares de meixão, uma espécie protegida, robalos e tainhas. "Houve um problema na bomba da central de bombagem que dá acesso à estação elevatória", revelou José Vinagre, vereador da Protecção Civil na Câmara de Alcobaça. O decréscimo do caudal provocou a paragem da bomba que, segundo o autarca, "fez com que os efluentes descarregassem directamente para o rio durante cerca de duas horas". O responsável pela Protecção Civil considera, no entanto, que "esta poderá não ser a única causa para a morte dos peixes", que está a ser investigada pelas autoridades. O vereador sustentou que não há qualquer perigo para a Baía de São Martinho do Porto e praias envolventes. Os populares chegaram a pensar que se tratava de uma descarga da ETAR de São Martinho do Porto, mas contactada a empresa Águas do Oeste, revelou que a estação está a descarregar normalmente os efluentes tratados para alto mar pelo exutor submarino. "Temos as máquinas a trabalhar normalmente. Não foi detectada qualquer anomalia", revelou uma fonte da empresa. O comandante dos Bombeiros de São Martinho do Porto, Joaquim Clérigo, revelou, por outro lado, que "a empresa Águas do Oeste informou a Câmara, mas a autarquia não actuou imediatamente". A empresa Águas do Oeste trata apenas os esgotos em alta, ou seja, apenas quando chegam à ETAR, pelo que todo o percurso até à estação de tratamento é da responsabilidade da edilidade. Quanto a consequências para a Baía de São Martinho do Porto, só durante os próximos dias se poderá saber. Foi feita uma recolha de água pela Polícia Marítima. Funcionários da autarquia de Alcobaça removeram os peixes mortos. Os militares do Serviço SEPNA da GNR das Caldas da Rainha também fizeram um auto de ocorrência desta situação, que vai ser transmitida à Administração das Regiões Hidrográficas (ARH). Carlos Barroso
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar