Login  Recuperar
Password
  22 de Março de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Sociedade, Caldas da Rainha
Gravar em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Estabelecida rede de parceiros de combate ao consumo de substâncias psicoactivas

07-04-2011 |

A formalização de uma rede de parceiros de combate ao consumo de substâncias psicoactivas teve lugar no passado dia 28, no auditório da Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Pópulo, com a assinatura de um documento denominado “compromisso de colaboração”. Estabeleceram parceria o Instituto da Droga e da Toxicodependência, através do CRI Oeste - Equipa de Tratamento das Caldas da Rainha, a Câmara Municipal das Caldas da Rainha, a Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Caldas da Rainha, a Associação Viagem de Volta, a Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Pópulo, a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens das Caldas da Rainha, Centro Distrital de Leiria da Segurança Social, o Centro Hospitalar Oeste Norte, o Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Norte, o Centro da Juventude das Caldas da Rainha, a PSP, os Bombeiros, o Ponto de Ajuda da Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha, a Escola Básica 2,3 D. João II, a Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, a Escola Secundária Raul Proença, a Escola Básica Integrada de Santo Onofre e o Colégio Rainha D. Leonor. O Instituto da Droga e da Toxicodependência preconiza o Plano Operacional de Respostas Integradas (PORI), que é uma medida estruturante ao nível da intervenção integrada, no âmbito do consumo de substâncias psicoactivas, a qual privilegia a existência de diagnósticos rigorosos que fundamentem a intervenção no território. A sua operacionalização obedece à implementação de fases sequenciais e é efectivada com a criação de Programas de Respostas Integradas (PRI) em cada território. Entende-se por PRI uma intervenção que integra respostas interdisciplinares, de acordo com alguns ou todos os eixos (prevenção, tratamento, redução de riscos e minimização de danos e reinserção) e que decorre dos resultados do diagnóstico de um território identificado como prioritário. No âmbito do CRI do Oeste – Equipa de Tratamento das Caldas da Rainha o território identificado como prioritário foi a freguesia de Nossa Senhora do Pópulo e o PRI das Caldas da Rainha contempla o Projecto “Gerações K” na área da Prevenção dinamizado pela Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação das Caldas da Rainha e o Projecto “Caldas Solidária”, na área da Redução de Riscos e Minimização de Danos, através da entidade promotora Viagem de Volta. Os 17 parceiros vão trabalhar em rede neste núcleo territorial.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar