Login  Recuperar
Password
  21 de Janeiro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Economia, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Ex-ministro Augusto Mateus em conferência da CGD nas Caldas

03-03-2010 |

Ex-ministro Augusto Mateus em conferência da CGD nas Caldas
Ex-ministro Augusto Mateus em conferência da CGD nas Caldas
CGD 1O Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha recebeu a conferência sobre a “Internacionalização e Competitividade da Economia Portuguesa”, que teve como orador o antigo ministro socialista, Augusto Mateus. O conselho de administração da Caixa Geral de Depósitos organizou esta conferência, que foi moderada por Francisco Ferreira da Silva, subdirector do Diário Económico. O antigo ministro da economia Augusto Mateus considerou que “Portugal estagnou na zona euro, com um crescimento muito anémico. Isto tem muito a ver com factores demográficos, com o envelhecimento da população e obviamente com um conjunto de reformas que são fundamentais que não têm sido feitas, ou que têm sido feitas de forma insuficiente e que nos cria este desafio”. “Como é que nós podemos satisfazer expectativas de consumo generalizado na população de crescimento superior, claramente, de 1% a 1,5% ao ano? Como é podemos gerir o prolongamento da vida associado ao envelhecimento? O facto de aos 65 anos sairmos da vida activa e a esperança de vida ser superior a 15 anos e os nossos modelos de protecção social e segurança social estarem absolutamente ultrapassados, como podemos responder a isto não sendo capaz de criar riqueza a um ritmo superior de 1% ao ano?”, interrogou. O aumento da competitividade para Augusto Mateus “é a grande medida”, para “transformar os nossos problemas em oportunidades”.   Carlos Barroso
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar