Login  Recuperar
Password
  21 de Novembro de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Caldas / Cultura, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Folclore do mundo no parque D. Carlos I

Na noite de 5 de setembro, o Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, acolheu um encontro internacional de folclore onde os ranchos da Fanadia e Alvorninha dividiram o palco com duas formações internacionais, provenientes da Croácia e Colômbia.

11-09-2019 |

Dois ranchos caldenses e dois estrangeiros participaram no evento
Dois ranchos caldenses e dois estrangeiros participaram no evento
O evento resultou de uma co-parceria com o Festival Internacional de Folclore Celestino Graça, de Santarém, numa organização conjunta do Rancho Folclórico e Etnográfico “Os Azeitoneiros” de Alvorninha e “As Ceifeiras”, da Fanadia, com o apoio do Município das Caldas da Rainha, União de Freguesias de Nª Sr.ª Pópulo, Coto e S. Gregório e Junta de Freguesia de Alvorninha, cujos autarcas subiram ao palco.
Os dois grupos estrangeiros passaram pelas Caldas da Rainha a convite dos ranchos caldenses, no âmbito de uma digressão que estão a fazer pelo país.
No Interfolk participaram 160 bailarinos, que apresentaram as suas coreografias ao som da música popular de cada um dos países.
Da Croácia veio o grupo de folclore KUD “Ante Zaninovic”, que preserva o canto secular tradicional e eclesial, bem como instrumentos tradicionais como o mandolim, tambura e lijerice e ainda a confeção de trajes.
Apresentam danças e cantares de quase todo o país e têm mais de 150 conjuntos de trajes de todas as regiões.
Da Colômbia vieram ritmos quentes e diversidade musical com o Ballet Folclórico Nacional de Jaime Orozco, o grupo mais antigo daquele país, galardoado em diversos eventos internacionais em todo o mundo, pela beleza e técnica das suas representações.
Para comemorar os seus 65 anos de existência, o grupo está a realizar a sua quinta digressão europeia, incluindo vários festivais em Espanha e Portugal.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Escolhas do Editor
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar