Login  Recuperar
Password
  27 de Fevereiro de 2021
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Fica em liberdade após carjacking a idosos

Um homem que fez um carjacking em que ameaçou de morte uma idosa nas Caldas da Rainha foi deixado em liberdade pelo tribunal enquanto aguarda julgamento.

10-11-2020 | Francisco Gomes

Apoderou-se de carro estacionado junto à Câmara das Caldas (foto ilustrativa Tim Gouw/Pexels)
Apoderou-se de carro estacionado junto à Câmara das Caldas (foto ilustrativa Tim Gouw/Pexels)
O Tribunal de Leiria tratou-o no início do processo como crime de furto de veículo, o que não impede que possa agravar a qualificação jurídica. O suspeito, de 42 anos, para já, tem apenas que se apresentar num posto policial da área de residência, na zona de Setúbal.
O caso passou-se no dia 2, pelas 14h30, nas Caldas da Rainha, com um casal de idosos, um homem de 79 anos e uma mulher de 80 anos. O idoso tinha ido renovar a carta de condução na Loja do Cidadão, no edifício dos Paços do Concelho, em frente ao qual o veículo estava estacionado, com a mulher no interior. Já o suspeito tinha saído do tribunal, próximo do local, depois de terminada uma sessão em que foi presente por furto de artigos num supermercado do Bombarral.
O larápio apercebeu-se que a chave estava na ignição e entrou no carro, num momento de grande tensão para a idosa, que foi ameaçada pelo indivíduo que se não se calasse era morta.
Ainda dentro do veículo a mulher conseguiu telefonar para o marido, que durante segundos ouviu a aflição que ela estava a passar, sem, contudo, terem possibilidade de comunicar.
Passadas duas centenas de metros, o indivíduo deixou a idosa sair do carro e pôs-se em fuga.
Meia hora depois foi intercetado pelo Destacamento de Trânsito de Torres Vedras da GNR, na A8, nas portagens do Ramalhal.
Segundo o comando territorial de Lisboa da GNR, o suspeito, com antecedentes criminais por crimes contra a propriedade, foi presente ao Tribunal de Leiria e condenado a oito meses de prisão com pena suspensa, pelo furto em estabelecimento comercial. Pelo crime de furto de veículo foi-lhe decretada a medida de coação de apresentações diárias em posto policial da área de residência enquanto aguarda o julgamento, caso o Ministério Público entenda não haver razão para alteração.

Tinha furtado artigos em supermercado

O meliante tinha furtado vinho, uísque, cápsulas de café e queijo, no valor de 482 euros, de um supermercado no Bombarral, no dia 1, e foi detido pela GNR, que efetuava uma ação de patrulhamento e detetou o indivíduo a circular na via pública com um carrinho de compras, junto às imediações do estabelecimento comercial, de onde conseguira sair pela porta de entrada, sem que fosse ativado o sinal de alarme.
Ao ser abordado pelos militares, o suspeito demonstrou nervosismo, referindo que aguardava por um conhecido para o transportar até à sua residência. Após diligências policiais, apurou-se que o indivíduo tinha furtado os produtos de que se fazia acompanhar, culminando na sua detenção.
Os artigos foram devolvidos ao supermercado e foi elaborado um auto de contraordenação por consumo de estupefacientes, por ter na sua posse uma dose de haxixe.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar