Login  Recuperar
Password
  Quarta, 28 de Junho de 2017
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Óbidos
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Festival de Chocolate de Óbidos com muitas atrações e animações

Michael Jackson, Tina Turner, James Brown, Madonna, Bob Dylan, Carmen Miranda, Amália, entre outros artistas esculpidos em chocolate, vão poder ser vistos na 15ª edição do Festival de Chocolate de Óbidos, que tem o tema “Música” e decorrerá até 2 de abril, de sexta a domingo, das 11h00 às 20h00.

15-03-2017 | Francisco Gomes

Réplica da muralha em chocolate e construção da escultura de Louis Armstrong
[+] Fotos
Réplica da muralha em chocolate e construção da escultura de Louis Armstrong
O festival desenrola-se dentro do castelo de Óbidos e logo à entrada do evento salta à vista uma réplica das muralhas em chocolate e também a primeira escultura, de Louis Armstrong, que remete para o tema do evento. Está a ser feita ao vivo por uma equipa coordenada pelo chef Paulo Santos.
“É uma cenografia pintada com 150 quilos de chocolate e que é uma tentação para as pessoas que querem saborear. Não devem, mas desde que não comam tudo para se ter chocolate até 2 de abril…”, refere o chef. Quanto à escultura do músico norte-americano e o seu famoso trompete, a ideia é que esteja concluída no final do evento. “Tem dois metros e meio e ficará com 280 quilos de chocolate”, adianta.
Outros nomes da música estão a ser esculpidos no festival, como é o caso de Amy Winehouse, Freddie Mercury, Luciano Pavarotti e John Lennon, uma figura por fim de semana, sendo usados, no total, cerca de 300 quilos de chocolate.
O responsável é o chef brasileiro Abner Ivan. “São totalmente em chocolate, sem qualquer estrutura, e comestíveis”, descreve, enquanto é observado pelos visitantes. O chef produziu também as esculturas de James Brown, Madonna, Tina Turner, Amália, Carmen Miranda, Michael Jackson e Bob Dylan, em exposição numa tenda, onde se encontram os adereços em chocolate usados na passagem de modelos realizada no dia 4 no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha.
Os alunos da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste estão igualmente a construir peças em chocolate relacionadas com a música. Susana Serrão, aluna do estabelecimento de ensino, explica que “é um projeto da cadeira de construções de chocolate, no âmbito do curso de gestão e produção de pastelaria”. Há um palco, um piano, um gramofone, uma clave de sol, entre outras peças.
As atrações não se ficam por aqui. Numa roda de oleiro, uma ceramista, de forma inédita, molda chocolate e faz peças como taças, vasos, entre outras. Rita Frutuoso, ajudada por Marlene Alexandre, conta que “a minha área é design cerâmico mas decidi investigar esta analogia entre cerâmica e culinária e trabalhar o chocolate na roda de oleiro”. “Se alguma coisa correr mal sempre podemos comer a matéria-prima”, brinca.
No espaço ChocoDerm há experiências na área da saúde e bem-estar com massagens ou esfoliações à base de cacau e produtos naturais. “Não é só para comer, também é bom para a pele, tem poderes antioxidantes e bastante hidratação, o que faz com a que a pele fique com mais elasticidade e não seque”, relata Inês Catarino.
O festival é palco do lançamento de novos produtos, como o pastel d’Óbidos, que é um pastel de nata com licor de ginja e o próprio fruto, desenvolvido no curso de cozinha e pastelaria da escola secundária Josefa d’Óbidos.
“Temos a pretensão de que possa ser o doce da vila. A receita foi oferecida pela escola ao Município, para que todos os munícipes, incluindo o comércio local, possam usufruir. Qualquer comerciante pode usar este produto e este nome”, revela João Alpalhão, professor da escola Josefa d’Óbidos.
“Temos vários grupos, uns tratam da massa, outros fazem o recheio, untam as formas e metem a massa e o recheio. Os pastéis são muito bons e perdemos a conta dos que fazemos e comemos”, indica Carolina Courela, aluna da escola.
O Ló d’Óbidos é também uma nova criação. “É um pão de ló feito com ginja de Óbidos, cacau puro e açúcar amarelo”, descreve a pasteleira Bruna Alves.
Serigrafias em chocolate, onde vultos da música nacional e estrangeira compõem uma conjugação divertida de telas com o doce produto, receitas apresentadas em showcooking, workshops para aprender a elaborar bombons, jogos onde o prémio final é chocolate e fazer uma pizza de chocolate para toda a família, são outras atrações.
Há pontos de venda fixos e street food com curiosas criações com chocolate e gulodices e no ChocoDisco as famílias poderão divertir-se ao ritmo da música enquanto bebem um chocolate quente ou um batido.
Vários restaurantes do concelho juntam-se ao festival com receitas onde o chocolate se destaca, como folhadinho de camarão em banho de chocolate, medalhões de tamboril em dueto de chocolate, peito de pato com molho de chocolate, creme de abóbora picante com chocolate, chili de carne com chocolate, entre outras.
O preço dos bilhetes para o festival é de seis euros. Crianças entre os seis e os onze anos pagam três euros.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar