Login  Recuperar
Password
  21 de Novembro de 2017
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Explodiram caixa multibanco na Expoeste para levarem o dinheiro

A caixa multibanco instalada na Expoeste, nas Caldas da Rainha, foi assaltada na madrugada do passado sábado com recurso a explosão, tendo os ladrões levado as gavetas onde são colocadas as notas.

13-09-2017 | Francisco Gomes

Ficou um cenário de grande destruição
[+] Fotos
Ficou um cenário de grande destruição
Para concretizar o assalto, terá sido injetado gás na caixa para provocar o rebentamento, que fez acionar o alarme cerca das cinco e meia da manhã. “O estrondo parecia uma bomba e partir daí vi duas pessoas, vestidas de preto dos pés à cabeça, a partirem o vidro lateral e depois de entrarem, apareceram a carregar as caixas com o dinheiro. No carro de fuga estaria outro indivíduo a postos e a saída do local foi feita rapidamente”, contou Conceição Rosa, moradora nas imediações.
A mulher alertou a PSP, que chegou minutos depois. No chão foi encontrada uma nota de vinte euros, que terá caído da gaveta do dinheiro e foi também recuperado um telemóvel, que se desconhece se está relacionado com o assalto.
António Marques, diretor do centro de exposições, gerido pela Câmara, freguesias e associações empresariais, admitiu que “já estranhávamos que a caixa não tivesse sido cobiça dos larápios, depois da onda de assaltos que houve há alguns meses na região Oeste”. Segundo o responsável, os danos no edifício – vidros partidos e alumínios danificados - ascendem a cerca de três mil euros. Não foi revelado o valor furtado.
O crime está a ser investigado pela Polícia Judiciária de Coimbra, que apura a relação com outros assaltos do género ocorrido uma hora antes em Manique do Intendente, no concelho de Azambuja, e na véspera, na caixa multibanco do Hilarião, na periferia de Torres Vedras, instalado na parede de um café, onde os suspeitos recorreram à explosão de uma botija de gás.

Francisco Gomes
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar