Login  Recuperar
Password
  7 de Agosto de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Cadaval
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Cremilde Neves viajou da Suíça para lançar livro no Cadaval

A Biblioteca Municipal do Cadaval promoveu o lançamento do livro “Pegadas da Vida”, de Cremilde Neves, um compêndio de memórias, pensamentos, sentimentos e poesias. Oriunda de Casais de Montejunto (Cadaval), vive na Suíça, ocupando o seu tempo livre com a escrita, o desenho, o voluntariado e o desporto.

19-02-2020 |

O presidente da Câmara do Cadaval com Cremilde Neves e a vice-presidente
O presidente da Câmara do Cadaval com Cremilde Neves e a vice-presidente

“Onde fui criada, eu não aprendi a ler nem a escrever; aprendi a cavar vinha”, refere Cremilde Neves. “Com o pouco que aprendi na escola, onde só fiz a quarta classe [quarto ano], sempre senti vontade de escrever, e escrevia sempre aquilo que sentia e que pensava, em pequenas folhas de papel”, relata.

“Por vezes dizia à minha mãe para me comprar um caderno; ela comprava e eu escrevia. Tenho mais de três mil poemas escritos. Comecei a escrever aos 12 anos e dizia sempre que um dia gostaria de publicar todos os meus poemas”, acrescenta Cremilde.

“Este livro fala um pouco daquilo que eu aprendi com os meus pais, com as pessoas da terra onde cresci, dos pouco estudos que fiz. O meu livro também fala do que podemos fazer por um mundo melhor, porque, na Suíça, eu sou voluntária do hospital da cidade onde vivo”, descreve. A autora ajuda ainda os portugueses que para lá vão, e não sabem falar alemão, a tratar de trâmites legais junto dos organismos.

O próximo desafio literário de Cremilde Neves trata-se de um livro para crianças, que aponta poder trazer à luz dentro de um a dois anos. A ideia resulta de uma proposta do hospital suíço onde é voluntária mas é também um desafio que vem dos EUA, mais precisamente da comunidade portuguesa de Newark.

Cremilde Neves, 44 anos, emigrante na Suíça desde setembro de 1999, trabalha na área da restauração (cozinha) e vive em Suhr (Aarau, Argóvia), perto de Zurique. 

Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar