Login  Recuperar
Password
  24 de Fevereiro de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Regional, Caldas / Política
Gravar em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Comunidade Intermunicipal do Oeste denuncia “falta de materiais básicos” no CHO

A Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim) aprovou na sexta-feira à noite, por unanimidade, um orçamento de 5,1 milhões de euros, o que representa uma redução de 10% em relação a 2013.

17-12-2013 |

A redução, dos 5.770.104,75 euros orçamentados em 2013 para 5.173.357 euros em 2014 resulta "das contenções cada vez mais exigidas por parte das políticas governamentais", sustenta a OesteCim no documento aprovado por unanimidade na Assembleia Intermunicipal, segundo divulgou a agência Lusa.
De acordo com o presidente do conselho intermunicipal (e presidente da câmara de Torres Vedras), Carlos Miguel (PS), trata-se de "um orçamento de continuidade, que reflete os projetos que estão em curso e que ainda têm muito para andar", entre os quais a modernização administrativa e criação da Marca Oeste.
Mas reflete também, sublinhou, "a vontade que existe de afirmar a região Oeste como determinante nos próximos anos" em que, ao abrigo do novo QREN (Quadro de Referência Estratégica Nacional), a OesteCim prepara candidaturas a apresentar no âmbito da estratégia 2020.
A OesteCim é composta pelos municípios de Alcobaça, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Nazaré, Óbidos, Peniche, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras.
A Assembleia Intermunicipal da OesteCim manifestou-se entretanto contra o eventual encerramento de repartições de finanças em três concelhos da região Oeste (Arruda dos Vinhos, Cadaval e Sobral de Monte Agraço) e a desagregação de serviços hospitalares.
Os eleitos aprovaram uma moção em que exigem ser recebidos pelo ministro da Saúde, Paulo Macedo. Consideram haver "uma tentativa de limitação de meios e de médicos nos serviços de urgência" do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) onde, segundo a moção, "nunca se assistiu a uma tão grande falta de materiais básicos", como "papel, pensos rápidos, fios de sutura, material desinfetante", além de se registar a avaria de lavatórios "em plena sala de operações ou falta de manutenção de aparelho de ar condicionado" também naquele espaço.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar