Login  Recuperar
Password
  25 de Junho de 2019
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Caldas / Sociedade, Editorial
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Centro Hospitalar do Oeste vai implementar Unidade de Hospitalização Domiciliária

Decorreu no dia 29 de março, no hospital das Caldas da Rainha, uma sessão de apresentação da Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD) do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) às entidades externas da área de influência do CHO. Prevê-se que a UDH entre em funcionamento durante o primeiro semestre de 2019.

02-04-2019 |

Apresentação no hospital das Caldas da Rainha da nova unidade
Apresentação no hospital das Caldas da Rainha da nova unidade
Na abertura da sessão, a presidente do Conselho de Administração, Elsa Baião, referiu-se à hospitalização domiciliária enquanto uma “alternativa ao internamento convencional, ou seja, os doentes numa fase aguda da sua doença ao invés de ficarem internados no hospital, podem optar, de acordo com critérios específicos, por ficarem internados no domicílio, podendo assim ter acesso ao mesmo tipo de cuidados que teriam no internamento convencional. Esta opção só é considerada após o consentimento do doente e da sua família”.
Foi ainda explicado que “aderimos a este projeto porque trata-se de um salto de qualidade e uma melhoria da resposta para a população e para o próprio CHO”. Acrescentou que “é acima de tudo uma mais-valia para os utentes, que poderão ser tratados no conforto das suas casas”.
Concluiu a sua intervenção reiterando a importância do envolvimento das entidades externas da área de influência do CHO, pois “este novo modelo de funcionamento precisa de todos os parceiros da comunidade para ser um sucesso”.
Esta primeira ação de divulgação da UHD pretendeu apresentar a equipa coordenadora, explicar o funcionamento da unidade e dar a conhecer os critérios de referenciação dos doentes a integrar a UHD.
O CHO, devido às suas caraterísticas geográficas, terá em funcionamento duas equipas de hospitalização domiciliária, uma nas Caldas da Rainha e outra em Torres Vedras. Numa primeira fase, cada equipa irá arrancar com cinco camas e terá um raio de ação máximo de trinta quilómetros ou trinta minutos de distância, relativamente a cada um dos hospitais. Contará com uma equipa multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, uma assistente técnica, uma gestora, uma assistente social, uma farmacêutica, e uma nutricionista. Estará em funcionamento todos os dias do ano, durante 24 horas por dia.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar