Login  Recuperar
Password
  26 de Novembro de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Caldas / Sociedade, Caldas da Rainha
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Caldenses criam movimento para ajudar quem não pode sair de casa

Um pouco por todo o país há grupos de jovens voluntários e projetos que estão a disponibilizar-se para ajudar vizinhos idosos ou doentes para a compra de comida ou medicamentos, para que estes não tenham de sair de casa. Nas Caldas e em Óbidos não foi exceção, havendo mesmo vários moradores a afixar bilhetes nas escadas dos seus prédios a oferecer ajuda aos vizinhos mais vulneráveis ao Covid-19.

18-03-2020 | Mariana Martinho

Exemplos de bilhetes colocados nos edifícios
[+] Fotos
Exemplos de bilhetes colocados nos edifícios

Nas Caldas foi criado no passado sábado um movimento através do Whatsapp, que em apenas três dias já alcançou cerca de 100 voluntários. Na descrição do “Help Caldas Covid-19” pode ler-se que o objetivo desta iniciativa é “colocar em cada prédio perto da vossa residência um bilhete em que mostrem a vossa disponibilidade para ajudar quem mais precisa com bens de primeira necessidade, relembrando essas pessoas o quanto é importante manterem-se em casa…”.
O grupo de voluntários aproveita as idas ao supermercado ou à farmácia para também ajudar a fazer face às necessidades dos grupos estabelecidos pela Direção-Geral de Saúde (DGS) como sendo de risco, tal como os idosos. Além disso, pede que, “caso tenham conhecimento de alguém que precise de ajuda para ter acesso a bens necessários e que esteja longe da vossa área de residência, usem o grupo, para tentar encontrar soluções”.
“Imprescindível é não esquecer de manter as regras da higiene e segurança indicadas pela DGS, quando forem entregar os bens a essas pessoas, e após a entrega efetuar os procedimentos de desinfeção”, vinca.
O grupo, que neste momento já recebeu alguns contactos de ajuda, também aproveita para partilhar informações de espaços que estão disponíveis para fazer serviços ao domicílio.
Os voluntários que queiram podem juntar-se via chat.whatsapp.com/C4XX81xljPT5ttb8ZrnVkB.
Na União de Freguesias de Tornada e Salir do Porto também foi criado o movimento “Não saia de casa, nós vamos por si”, com intuito de ajudar os residentes maiores de 65 anos ou portadores de doença crónica, no que diz respeito ao serviço de compras, farmácia, correios ou contactos com a própria junta de freguesia. Esta iniciativa pode ser acedida através do tlm. 910422918, de segunda a sexta-feira, entre as 8h00 e as 16h00.
Mas o movimento solidário não fica por aqui. Em Óbidos também foi criado, pela direção do Espaço Ó, o projeto “Vamos nós por si”. “De forma a que o vírus não se propague, e de maneira a protegermos a vida dos mais idosos, e dos mais vulneráveis, esta associação e todos os voluntários que se queiram juntar a ela, estarão disponíveis para suprimir as necessidades dessas populações, voluntariando-se a ir fazer as compras que precisam e entregar nas suas casas”, explica a associação, adiantando que “não vamos deixar que situações como as de Itália se reproduzam. Vamos sim tomar, desde já, iniciativas preventivas”.
Os interessados que queiram integrar este projeto podem enviar um e-mail para espaco.obidos@gmail.com ou uma mensagem para o tlm. 912268168. Também se podem inscrever através do site https://forms.gle/mKcFaTJZjwqmsUG79.
O executivo da Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Pópulo, Coto e S.Gregório também se mostrou disponível para ajudar quem tiver mais de 65 anos e precisar de ajuda para adquirir medicamentos (Vitor Marques - 919 714 294 / 919 298 994, José Cardoso - 917 669 484 e Carlos Cravide- 914 063 953).

Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar