Login  Recuperar
Password
  22 de Outubro de 2018
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Caldas / Cultura
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

“Caldas Jovem” com muitas atividades ao longo de abril

Arrancou oficialmente o “Caldas Jovem”, na manhã da passada segunda-feira, no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, e que até ao dia 30 de abril irá realizar várias atividades de animação, desporto, formação e ensino dirigidas a jovens. Este ano, a sessão de abertura ficou marcada pela uma peça de teatro/debate “(IN)Dependências”, promovida pela Associação Usina, onde os atores mostraram que “podemos ser dependentes de várias coisas” como as dependências de substâncias psicoativas, de álcool e de comportamentos e ainda do computador.

11-04-2018 | Mariana Martinho

Entidades na abertura do “Caldas Jovem”
[+] Fotos
Entidades na abertura do “Caldas Jovem”
Com um conjunto de iniciativas que envolve este ano grande parte das forças vivas ligadas à juventude do concelho das Caldas da Rainha, escolas do concelho, associações juvenis, de estudantes e partidárias, e grupos informais de jovens, o “Caldas Jovem” é organizado pelo A.D.J.C.R. - Centro da Juventude, em parceria com o Município das Caldas da Rainha.
Mas desta vez, o “Caldas Jovem” começou com “um espetáculo ligeiramente diferente dos habituais” com a peça de teatro/ debate “(IN)Dependências”, que decorreu durante 90 minutos, no pequeno auditório do CCC. Segundo Eduardo Frazão, ator da Associação Usina, consiste na “representação de quatro peças em que são apresentadas determinadas situações suscetíveis de discussão”, com o objetivo de “levar as pessoas a refletir sobre os problemas/dependências com que se deparam e de as envolver na forma de os ultrapassar”.
Começou com um pequeno prólogo seguido de quatro situações que visavam vários tipos de dependências, como jogos, telemóveis e computadores, para além do álcool e da droga.
Depois de assistirem a uma primeira versão das cenas, promovidas por quatro atores da Associação Usina, os alunos tiveram a oportunidade de subir ao palco e “vestir a pele” dos atores e em parceria com os elementos da Associação USINA, recontar a história de cada uma das situações, intervindo e propondo um “novo desfecho” para cada cena.
“Não vimos aqui com discursos formatados”, frisou o ator, esclarecendo que a “ideia foi criar um espaço de debate e troca de ideias dinâmico, original, em que todos se consciencializaram de que o seu papel é fundamental na prevenção dos vários tipos de dependências”.
Relativamente à primeira peça, a dependência de equipamentos, os jovens presentes sublinharam que “se alguém com quem partilhamos a nossa vida tem uma dependência, devemos chamar a atenção da pessoa, para ela não perder o que está a passar à volta dela”. Em relação ao segundo ato, os alunos destacaram que “existem outras formas de diversão sem ser o álcool, ou então, se beberem álcool não conduzam ou tenham a noção do limite”.
Sobre os outros dois atos, os alunos sublinharam que “quando não sabemos vamos um bocadinho atrás dos outros, isso é mau”, mas o mais “importante é saber respeitar o espaço dos nossos amigos, quando eles não querem”.
Para terminar, Eduardo Frazão, explicou que “não viemos aqui para dar repostas mas discutir com vocês estes assuntos, cada um tem de encontrar os seus caminhos e limites. É preciso estar informado e perceber as consequências”.

“Programa fresco e novo, que transpira atualidade”

Antes deste painel houve a inauguração formal do Caldas Jovem com Rogério Rebelo, diretor do Centro da Juventude, Pedro Raposo, vereador do desporto, e Jorge Varela, presidente da União de Freguesias de Santo Onofre e Serra do Bouro.
Jorge Varela começou por felicitar a presença de vários jovens no café concerto do CCC, pois “demonstra bem o interesse que vocês têm pela programação jovem e rica da nossa cidade”. Destacou também que “Caldas tem a sorte de ter entidades que sabem cooperar umas com as outras, em vez de competir”. Por isso, aconselhou aos jovens aproveitarem o “programa todo, que contém uma série de iniciativas preparadas por jovens para jovens”.
Já o vereador do desporto destacou que este programa “nasce da experiência de evento organizado à escala municipal”, e que teve como resultado algumas iniciativas ligadas à natureza, música, cultura e arte. Além disso, sublinhou que o “Caldas Jovem” contém um “programa fresco e novo, que transpira atualidade”.
Igualmente alertou para a necessidade dos jovens, através das mais variadas atividades, terem contacto com o movimento associativo e escolar do concelho, assim como o acesso a atividades de animação, desporto, formação e ensino.
A programação do Caldas Jovem continua hoje (quarta-feira), pelas 09h30, com uma sessão de esclarecimento dirigida aos alunos do 9º ano sobre a oferta formativa ao nível do 10º ano das escolas do concelho, no Centro Cultural e de Congressos.
No dia 13, pelas 10h00, vai decorrer um workshop de bar e cozinha, dirigido aos alunos do 9ºano, na Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste das Caldas da Rainha e ainda um workshop de serigrafia, organizado pelo Atelier Arte e Expressão, no Centro da Juventude, a partir das 17h00.
No dia 16 de abril, o Instituto Português do Desporto e Juventude e o Centro de Juventude de Lisboa vão proporcionar uma “ação de sensibilização / informação - educação não formal e participação jovem”, relativamente ao programa Erasmus+ já/corpo europeu de solidariedade, voluntariado jovem e ocupação de tempos livres, valores de ética na prática desportiva. Nesse mesmo dia começa a “Semana do Emprego”, que decorre 20 de abril, organizado pelo CLDS 3G – Centro de Recursos Comunitário da Santa Casa da Misericórdia, no Centro de Recursos Comunitário (antiga Universidade Católica).
Além disso, o Caldas Jovem promove um conjunto de outras atividades como workshops diversos, um encontro de skate e bmx, no skate parque, uma feira de autor no Céu de Vidro, uma aventura urbana pela cidade, uma jam session e concertos de bandas amadoras, torneios de futsal e voleibol interescolar, um concerto na Praça da Universidade com o rapper ProfJam, e ainda o “Toma lá Talento – final interescolar”.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar