Login  Recuperar
Password
  27 de Fevereiro de 2021
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Caldas / Economia
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Caldas Bar oferece uma bifana a quem não conseguir pagar

O Caldas Bar, junto ao terminal rodoviário das Caldas da Rainha, conhecido pelas bifanas que serve, mostra-se solidário com quem enfrenta grandes dificuldades, decorrentes da atual situação de restrições no país e está a oferecer uma bifana a quem tenha fome e não tenha dinheiro para pagar. A iniciativa está a levar outras pessoas a quererem ajudar.

18-01-2021 | Francisco Gomes

Uma bifana para quem não tiver dinheiro para comer
Uma bifana para quem não tiver dinheiro para comer
“Sabemos que esta é uma situação que deixa muitas famílias desfavorecidas, como tal, se tiver fome ou souber de alguém que precisa de comer, venha buscar uma bifana por nossa conta”, divulgou Emanuel Chamusco, proprietário do Caldas Bar, numa mensagem que teve grande repercussão.
O empresário apercebeu-se de que havia pessoas que apareciam no estabelecimento com pouco dinheiro para comer. Com um pequeno gesto, que para muitos é um grande contributo, resolveu ajudar quem tenha fome, oferecendo uma bifana.
“Eu quando era mais novo também precisei de ajuda e acho que é a minha vez de ajudar as pessoas com aquilo que posso dar. A ideia surgiu de forma natural. Estava aqui mais a minha esposa à hora de almoço e apareceu um jovem estudante nas Caldas que só tinha oitenta cêntimos a perguntar o que podia comer. Nós dissemos-lhe que comesse o que quisesse que nós pagávamos”, contou ao JORNAL DAS CALDAS.
Várias dezenas de bifanas já foram oferecidas. Entretanto, o gesto solidário gerou mais solidariedade, havendo quem oferecesse carne e pão. Para além disso também há quem se disponha deixar paga uma bifana para quem precisar.
A iniciativa está a ser bastante elogiada pela clientela do estabelecimento. João Gomes, cliente do Caldas Bar, considera que “numa altura destas é de louvar e este tipo de iniciativas só pode partir de pessoas excecionais”.
Emanuel Chamusco não se ficou por aqui e no passado fim de semana fez chegar 180 bifanas ao hospital das Caldas.
O Caldas Bar está, como todos os estabelecimentos de restauração, a sofrer uma forte diminuição de clientes devido às novas medidas do estado de emergência, mas isso não o impede de ser solidário com quem precisa.
O estabelecimento vai estar a funcionar em serviço de take away.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar