Login  Recuperar
Password
  26 de Novembro de 2020
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Escolhas do Editor, Caldas / Sociedade
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Bairro Azul comemora aniversário de “vizinho centenário”

A AMA - Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Azul prestou na passada sexta-feira uma pequena homenagem ao seu vizinho Manuel Duarte, que completou 100 anos. Este morador do bairro, que desde que enviuvou, aos 78 anos, já teve 22 namoradas, é “totalmente autónomo”, limpa a casa e faz a comida sem ajuda.

26-10-2020 | Mariana Martinho

A associação organizou uma festa de aniversário para o idoso, que completou 100 anos
[+] Fotos
A associação organizou uma festa de aniversário para o idoso, que completou 100 anos
O centenário, que nasceu na freguesia de A-dos-Francos, mudou-se para um apartamento no Bairro Azul há vinte e quatro, com a sua esposa, que já faleceu. “Gosto muito de morar aqui”, frisou o aniversariante, que atualmente vive sozinho, pois “não tive filhos”.
Aos 14 anos deixou a agricultura e começou a trabalhar como pedreiro. Mais tarde prestou serviço militar e posteriormente dedicou-se novamente à construção civil.
Apesar da idade avançada, Manuel Duarte continua muito lúcido e a “fazer tudo sozinho”. “Ainda hoje fiz para o almoço um arroz de camarão, e ontem confecionei dois bolos para a festa”, sublinhou o idoso caldense.
Além de confecionar e de limpar a sua própria casa, Manuel Duarte também sempre que pode vai “dar um pezinho de dança” em vários sítios, nomeadamente o Clube Sénior das Caldas da Rainha”, que atualmente encontra-se encerrado devido à pandemia Covid-19.
O idoso frisou que “os domingos em que não havia baile, não era domingo para mim”.
Para a presidente da AMA, Maria João Branco, “não é todos os dias que vemos um dos moradores do nosso Bairro a celebrar 100 anos, e assim sendo não podemos deixar em branco tal comemoração”, na qual foram cumpridas as regras de higiene e distanciamento decorrentes da Covid-19, com a participação de uma dezena de elementos da associação e de autarcas do concelho.
Para a responsável, ”a associação tem todo o interesse em realizar este tipo de iniciativas, principalmente neste contexto em que vivemos”.
Além desta iniciativa, a AMA está a preparar outro projeto, no sentido de dar mais apoio aos idosos do bairro, que “ainda está ser alinhavado”, uma feira de artesanato virtual e um concerto de natal na rua. Igualmente estreou na passada segunda-feira uma rubrica online nas redes sociais, "Histórias daqui", coordenada e investigada por Teresa Perdigão.
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
pub
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar