Caldas / Sociedade

Alunos das Caldas foram empresários por um dia

Treze estudantes das escolas das Caldas, participaram, no passado dia 2, na iniciativa “Empresário por um dia”, no âmbito da “Semana Caldas Jovem”. Os jovens foram integrados em diferentes empresas com o objetivo de fomentar a partilha de experiências e aproximar os alunos do mercado de trabalho.


Trata-se de uma iniciativa da AIRO (Associação Empresarial da Região Oeste), Centro da Juventude, Câmara Municipal e Centro de Emprego das Caldas da Rainha. Os estudantes que participaram na iniciativa escolheram a área que lhes interessava e foram depois colocados pelas entidades organizadoras nas respetivas empresas.
JORNAL DAS CALDAS, Bitcliq, Montepio Rainha D. Leonor, Cencal, Escola Vocacional de Dança, Hotel Sana Silver Coast, agência de comunicação Dois Meios e a Câmara das Caldas, foram as entidades que abriram as suas portas aos estudantes para que estes pudessem ter oportunidade de ver o funcionamento das mesmas.
Para além de ficarem a conhecer um pouco mais da história das instituições, assistiram e participaram no trabalho de cada uma delas.
No caso do JORNAL DAS CALDAS, Matilde Tomás, de 15 anos, da Escola D. João II, que escolheu a área do jornalismo, ficou a conhecer a redação. Com esta iniciativa a jovem conseguiu perceber alguns mecanismos do mundo da imprensa e, de forma generalista, os processos e organização do trabalho de uma publicação semanal regional.
Também foram-lhe apresentadas as várias secções existentes num jornal: administração, departamento comercial, redação e paginação. Matilde Tomás também participou nesta reportagem.
Carla Ferreira, do Cencal, que acompanhou uma jovem, realçou a importância “dos alunos escolherem a área que mais gostam e não porque é a escolha dos amigos”. “É extremamente importante nas férias fazer um trabalho no campo ou num escritório para perceberem o que gostam e não gostam de fazer”, adiantou a responsável.
Os alunos, empresários, representantes das empresas, autarcas e entidades da organização desta iniciativa juntaram-se num almoço que decorreu na cantina da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste.
Segundo o diretor do centro da Juventude, Rogério Rebelo, esta iniciativa surgiu com o intuito de “preparar os jovens para a realidade do mercado de trabalho e para os ajudar a escolher a área que querem no percurso escolar que ainda têm pela frente”.
A diretora do Instituto de Emprego e Formação Profissional, Célia Roque, sublinhou que o desafio foi para os jovens “terem a ideia do mundo do trabalho porque no Centro de Emprego temos a noção de que acabam o secundário ou a licenciatura e estão muito perdidos”. A responsável considera que falta aos alunos “passarem por várias experiências de trabalho”.
O vereador como pelouro da juventude, Pedro Raposo, disse que este projeto foi dedicado áquilo que é uma “tentativa de orientar profissionalmente”. “Este é um desafio muito particular porque também o ensino tenta aproximar as competências de formação às competências de uma profissionalização”, adiantou, revelando que “há licenciaturas que não se focam numa profissão só”. “A experiência e contacto com os empresários permite exatamente ganhar essa sensibilidade para perceberem qual o conjunto de atividades, tarefas e conhecimentos que uma dada profissão exige”, acrescentou o autarca.
O vice-presidente da Câmara, Hugo Oliveira, apelou aos alunos participantes no projeto para que cresçam pelo mundo fora e que depois voltem ao concelho para se fixarem.

Jovens valorizaram a iniciativa

Os estudantes valorizaram a iniciativa referindo que ajuda a definir melhor a carreira profissional que pretendem para o futuro.
O JORNAL DAS CALDAS falou com alguns dos estudantes sobre a experiência que tiveram. Alexandre Sacramento, de 17 anos, da Escola Rafael Bordalo Pinheiro, escolheu gestão hoteleira e passou o dia no Hotel Sana Silver Coast. O jovem sempre sonhou em trabalhar na área da hotelaria e quando soube desta iniciativa achou interessante participar porque era “uma oportunidade de experimentar e ver se realmente gosto e se é o que quero seguir”. “Já conheci todas as instalações do hotel e a experiência está a ser gratificante”, relatou o aluno.
Lara Romão, de 14 anos, da Escola D. João II, estagiou um dia na empresa de comunicação Dois Meios, instalada no Caldas Empreende. “Gostei de conhecer a empresa e a profissão, porque exige muitas viagens e conhecimento, o que me agrada imenso”, manifestou.
Matilde Tomás, que passou o dia no JORNAL DAS CALDAS, referiu que “o jornalismo sempre foi uma área que me chamou a atenção e através de esta iniciativa posso então observar de perto e mesmo experienciar parte da vida profissional de um jornalista”.

Author: Jornal


Ver mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close