Login  Recuperar
Password
  Quarta, 1 de Outubro de 2014
Estão utilizadores online Existem actualmente entidades no directório

Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

Registar-se com o seu email pessoal/ profissional

(aguarde 5)
Siga a nossa página Facebook Siga a nossa página Google Plus Siga-nos no YouTube Siga-nos no Twitter Dispositivos móveis Assine a edição impressa
Ocorrências
Imprimir em PDF    Imprimir    Enviar por email   Diminuir fonte   Aumentar fonte

Fogo corta A15

27-10-2011 |

Fogo corta A15
Fogo corta A15
A auto-estrada A15 foi cortada nos dois sentidos, pelas 17h30, do dia 22 de Outubro, ao quilómetro 10, devido a um incêndio que percorreu as freguesias de A-dos-Francos, São Gregório e Vidais. Devido ao incêndio, uma idosa que estava acamada foi retirada de sua casa por precaução, uma vez que o fogo progredia em direcção à habitação, mas acabou por não chegar perto da casa. O fogo, o maior até agora registado pelos bombeiros das Caldas, foi combatido por mais de 200 bombeiros, 43 viaturas e um helicóptero pesado Kamov. Teve início cerca das 14h30, poucos minutos depois de outro fogo nas Cruzes ter sido dado como extinto. Aliás, muitos operacionais das Caldas e de outras corporações nem tempo tiveram para se alimentar e seguiram para o fogo na zona dos Casais da Paraventa. Pelas 17 horas, fonte da Autoridade Nacional da Protecção Civil relatava que o incêndio deflagrava em eucaliptal e pinhal com duas frentes activas. Assistiram-se a combates violentos entre chamas e bombeiros e populares, até que a chegada do Kamov, cerca das 17h30 fez acalmar os ânimos da população e dos operacionais esgotados, uma vez que foram realizadas descargas certeiras que fizeram o fogo diminuir de intensidade. Todos os bombeiros das corporações vizinhas estiveram envolvidos com mais do que duas viaturas, tendo surgido ainda uma coluna de várias corporações do norte de Leiria, que chegou pelas 19 horas, altura em que foi iniciado o rescaldo. Os bombeiros das Caldas e alguns operacionais vizinhos efectuaram prevenção ao local durante toda a noite. Enquanto o incêndio esteve activo e levou ao corte da A15, a GNR sugeriu que o trânsito circulasse pelas estradas nacionais 114 e 115, como alternativas . Mais uma vez e apesar de estarmos credenciados, os militares da GNR voltaram a impedir a nossa presença e só após contacto com o comando do destacamento foi possível fazer reportagem.   Carlos Barroso
Tags:
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar Login ou fazer o Registo (Grátis) para poder comentar esta notícia.
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar

    Notícias Institucionais

    A carregar, por favor aguarde.
    A Carregar